Últimas notícias

Zonta: "Estou trabalhando muito para ser campeão"

No Entrevistão dessa semana, paranaense fala como pretende conquistar o tão sonhado título que persegue na categoria desde 2008.

Temos que pensar em estarmos competitivos em todas as provas. O maior objetivo é o título e lutaremos muito pra que ele venha nessa temporada.

- Ricardo Zonta

Ricardo Zonta é um dos maiores pilotos que o automobilismo brasileiro já teve. Ele pode não ter tido vitórias e títulos na F1 (onde mostrou competência e trabalhou só com grandes nomes como McLaren, BAR, Jordan, Renault, Honda e Toyota), mas no resto... Vamos só listar alguns títulos: F-3 Sul-americana, F3000 (atual F2), FIA GT, World Series V8 e Porsche Endurance Series.

Na Stock Car desde 2008, o paranaense bateu na trave em algumas vezes mas possui ótimos números em 203 corridas: 5 vitórias, 15 pódios, 4 poles, 6 primeiras filas, 8 voltas mais rápidas e 1.320 pontos em mais de 17 mil km percorridos em sessões oficiais da categoria.

E, de todos os anos, 2020 parece ser o ano em que ele está em posição mais privilegiada para brigar pelo título. A Toyota, que jamais esqueceu seus serviços na F1, o escolheu para liderar sua entrada na categoria e, como recompensa, viu Zonta entregar uma pole e a primeira vitória logo na estreia. Não é à toa que a montadora japonesa deu para ele o carro de F1 usado em sua última corrida, em 2006.

Uma curiosidade interessante sobre Zonta é que Goiânia era para ser a segunda vitória dele na estreia de um novo carro na Stock Car. Isso e a emoção após a vitória dedicada ao pai Joanir, entre outros detalhes, podem ser conferidos agora no Entrevistão desta semana feito por Bruno Vicaria:

Em 2009, na estreia do JL-09, você terminou na frente, mas não levou por conta do capô que saiu. Podemos dizer que justiça foi feita na estreia do Novo Toyota Corolla?
Naquela época eu fiquei muito chateado, pois os méritos da vitória foram meus e de um time que trabalhou muito para isso, mas vieram novas temporadas, novas conquistas e isso foi ficando pra trás. Quando penso que vencemos a primeira com o novo Toyota isso me dá muito alegria, já que iniciamos o ano no topo, com um time extremamente competente como a RC Competições. Hoje, isso é o que mais importa.

Desde sua entrada na equipe Shell, você se tornou um frequentador assíduo de pódios, muitas vezes no degrau mais alto, mas o título insiste em não vir. Em 2020, podemos dizer que "agora vai"?
Estamos trabalhando muito pra isso. O ano tem um calendário diferente e mais curto então temos que pensar em estarmos competitivos em todas as provas, mas com certeza o maior objetivo é o título e lutaremos muito pra que ele venha nessa temporada.

Ano passado você trabalhava com o Thiago Meneghel neste ano você está com o Rosinei Campos. Existe muita diferença na metodologia de trabalho dos dois?
Os dois são grandes chefes de equipe e admiro muito ambos! O Meinha, super experiente, o maior vencedor da Stock Car. O Thiago, um jovem engenheiro que já teve grandes conquistas na carreira e tenho certeza que terá muitas mais. Trabalhar com os dois é muito bom.

Você esperava um entrosamento tão rápido a ponto de fazer pole e vencer, faltando apenas a volta mais rápida?
A equipe é de Curitiba, onde eu moro. Então, buscamos nesse período sem corridas nos mantermos sempre próximos, visando chegarmos na primeira prova com essa evolução e deu certo!

A emoção pelo seu pai realmente fez cair um cisco no olho de muita gente. Ele é um cara que, pelo menos até a Stock Car, sempre acompanhou você em todas as corridas. Conta pra gente um pouco dessa relação!
Meu pai é uma das pessoas mais importantes da minha vida. Me apoiou em tudo desde o começo da carreira e minha grande referência como ser humano. Na pista, ele sempre fez um grande esforço para estar comigo, tanto que quando morava na Europa ele fazia bate-e-volta nas corridas, só pra poder me acompanhar nos finais de semana. Essa presença sempre foi fundamental. Eu e minha família passamos dias complicados em função da internação dele. Então, vencer e ver que Deus e a fé são as grandes ferramentas para que pudéssemos sair disso tudo ainda mais fortes e com meu pai com saúde foi muita alegria! Não tinha como não me emocionar e extravasar.

Alguma mensagem para o fã do Ricardo Zonta e o da Stock Car?
Agradeço todo mundo que me acompanha nas pistas e conto com a torcida de vocês! Que possamos dar um pouco de alegria e emoção para as pessoas com o nosso trabalho nas pistas, buscando sempre fazer grandes corridas!