Últimas notícias

Thiago Camilo chega em 10º e segue na liderança

Piloto da Ipiranga largou em 21º e fez boa corrida de recuperação, mesmo com o carro avariado após toque

A décima etapa da Stock Car 2020, disputada hoje em Goiânia, começou da pior forma possível para a Ipiranga Racing, e acabou com o prejuízo minimizado. Em uma pista onde os Chevrolet tiveram um domínio absoluto, os Toyota número 21 e 30 de Thiago Camilo e Cesar Ramos largaram respectivamente em 21º e 20º lugares. Pouco mais de três horas após a classificação, receberam a bandeira quadriculada em 10º e 13º lugares.

A corrida com o pódio de três Cruze – de Ricardo Maurício em primeiro, o pole position Guilherme Salas em segundo e Daniel serra em terceiro – reequilibrou o campeonato, que tinha três Corolla nas primeiras posições. Thiago Camilo segurou a liderança, mas ao invés dos 24 pontos que tinha para o segundo colocado, Ricardo Zonta, agora tem dez sobre Ricardo Mauricio. Serra, que estava em sexto, subiu para terceiro. E Cesar Ramos perdeu uma posição, caindo de quinto para sexto.

“Largando em 21º, com trinta quilos de lastro e um carro que não tinha condições de brigar pelas primeiras posições, e ainda ganhou um freio aerodinâmico a logo no início, chegar em décimo foi o melhor possível. Aqui o pacote aerodinâmico que os Cruze receberam por estarem em desvantagem no início da temporada vez muita diferença”, disse Camilo, que pulou de 21º para 15º na largada, mas levou um toque no acidente que tirou alguns carros da prova - entre eles o do até então vice-líder Ricardo Zonta – e ficou com o para-lamas dianteiro esquerdo para fora do carro, fazendo o papel de freio aerodinâmico, principalmente nas retas.

Cesar Ramos, que não durante todo o fim de semana não encontrou a performance que o levou liderar por cinco etapas a temporada, também ganhou boas posições em relação a largada. “O carro melhorou na corrida em relação à classificação, mas não tinha performance para ganhar mais posições”, resumiu.

A estratégia de pit stops da Ipiranga Racing contribuiu para os pilotos ganharem posições. Tanto Camilo quanto Ramos não reabasteceram – o que seria impossível se não houvesse uma entrada do safety car no início da corrida - e trocaram o pneu traseiro direito, evitando os mecânicos darem a volta no carro. Na verdade, o pneu ideal para troca seria o traseiro esquerdo, porém mais uma vez os cálculos dos engenheiros da Ipiranga Racing funcionaram.

Amanhã a Stock Car realiza em Goiânia e 11ª e penúltima etapa da temporada 2020, em rodada dupla. A 12ª e decisiva etapa, em Interlagos, dia 13 de dezembro, será uma corrida única, sem lastro e com pontuação dobrada.