Últimas notícias

Serra: “Mais competente se sobressairá no começo”

Em busca do tetra, piloto da Eurofarma RC crê que ordem de forças pode mudar por conta dos carros novos.

A temporada 2020 da Stock Car tem início neste fim de semana em Goiânia e a pergunta é a mesma dos dois últimos anos: quem vai parar Daniel Serra? O piloto da Eurofarma RC vem seguindo os passos do pai e ganhou os três últimos campeonatos de forma absoluta.

No entanto, as chances do tetra estão mais difíceis justamente por causa dos novos carros da categoria, o Chevrolet Cruze e o Toyota Corolla, baseados no monobloco dos carros de rua, que, querendo ou não, apresentam desempenhos e reações diferentes do JL-09 utilizado nas últimas dez temporadas.

Por conta disso, Serrinha garante: quem tiver mais competência vai se dar bem neste primeiro fim de semana, onde todas as equipes possuem pouquíssimas referências sobre os novos carros. Confira um bate-papo exclusivo abaixo:


Stock Car - Como você tem convivido com a quarentena? Consegue acompanhar os trabalhos na equipe de casa?

Daniel Serra - A gente agora nessa pandemia não fez muitas visitas, mas tinha ido na equipe no começo do ano, no teste fui um dia antes para me reunir, tivemos em contato o tempo todo, fazendo reuniões virtuais e esperando as novidades.

Stock Car -  O que você achou do novo carro? Quais as características mais marcantes em termos técnicos? Ele pode ser o elemento que mudará a relação de forças na categoria até que todos encontrem um caminho de acerto?

Daniel Serra - Eu gostei do carro. É um carro que não dei tantas voltas como eu queria, foi quase como um shakedown, mas achei ele legal. Achei que ele seria mais lento, mas não foi, foi prazeroso de guiar. Acho que a ordem de forças pode mudar um pouco sim, por ser um carro novo e o do ano passado a gente já conhecia muito, mesmo aprendendo sempre mais um pouco. Mudaram umas características de comportamento e isso é bom para equipes boas, quem for mais competente vai se sobressair no começo.

Stock Car - Seus dois filhos vivem junto com você nas corridas. Eles já demonstraram interesse em correr?

Daniel Serra - O Lucas, meu filho mais velho que me acompanha mais e andou de kart só por diversão, não é algo que ele faz constantemente. É legal ver ele andando, não sabia como seria e achei emocionante. Mas a gente nem pensa em competir. O kart para ele é como outro qualquer esporte, como o judô e o futebol. É mais uma atividade que uma competição, mais para ele ir e se divertir. Mais para a frente a gente vê o que vai acontecer.

Stock Car - Nesse período de pandemia você disputou várias corridas virtuais. O que achou desse cenário?

Daniel Serra - Acho que as corridas virtuais elas acontecem há muito tempo e agora estão mais em evidência pela situação que estamos passando. É um mercado legal, uma parte legal do automobilismo, mas quando tudo voltar ao normal o AV será maior do que antes mais não do tamanho que é hoje por conta da situação e por ser nossa única alternativa.

Stock Car - Depois de tantos meses sem corrida, o que você gostaria de dizer para os seus fãs? O que eles podem esperar de você no retorno?

Daniel Serra - Não vejo a hora de voltar a andar. Não só nós pilotos, mas quem gosta, quem torce e quem acompanha. Todos querem ver os carros de volta na pista. Agradeço todos os que mandam mensagens e não espero a hora de voltar.