Últimas notícias

Sem favoritos, Stock Car abre reta final de 2019

Antepenúltima etapa da temporada começará a definir os nomes que lutarão pelo título na Grande Final de Interlagos em dezembro.

Pela segunda vez na temporada 2019, o belo autódromo do Velo Città receberá os carros da Stock Car. No entanto, ao contrário do primeiro encontro, na segunda etapa, quando o campeonato teve seu "início real" após a disputa da Stock Car 500, a pista localizada em Mogi-Guaçu, a 180 km de São Paulo, receberá neste fim de semana duas corridas capitais para quem quer seguir na briga pelo título.

Briga, alías, que está completamente aberta e indefinida: são 108 pontos ainda em jogo nas duas próximas etapas (Velo Città e Goiânia) antes da Grande Final com pontuação dobrada, na qual os pilotos interessados no campeonato precisam estar com menos de 60 pontos de desvantagem para o atual líder do campeonato. Se a decisão fosse agora, seis pilotos estariam credenciados (Daniel Serra, Ricardo Mauricio, Thiago Camilo, Rubens Barrichello, Felipe Fraga e Julio Campos). Porém, nomes como Gabriel Casagrande e Cacá Bueno estão na luta para engrossar essa lista.

Independente da quantidade de nomes, a disputa pela liderança da temporada está espetacular, com Daniel Serra e Ricardo Maurício empatados em 265 pontos, com Thiago Camilo (249) e Rubens Barrichello (241), Felipe Fraga (225) e Julio Campos (224) se esforçando para não deixar a dupla da Eurofarma RC escapar. Casagrande, com 191, e Cacá, com 182, estão mais distantes do bolo, mas vêm reagindo nas últimas provas.

O resultado dessa caça à Eurofarma RC está bem representada nos números das duas últimas etapas: Fraga foi o que mais pontuou (82 pontos), seguido por Barrichello (73), Casagrande (66), Cacá (65), Camilo (64), Mauricio (60) e Serra (53). O retrospecto de vitórias do Velo Città também não ajuda muito a equipe de Rosinei Campos: Fraga é o maior vencedor empatado com Átila Abreu em duas vitórias, sendo que Camilo e Barrichello venceram em abril.

“A equipe vem crescendo no momento decisivo da temporada e as duas vitórias que conseguimos nas últimas etapas nos trouxeram de volta na briga pelo título. Eu venci no Velo Città nos últimos dois anos, é uma pista que eu gosto bastante, então vamos com tudo para seguir aproximando dos líderes”, comenta Fraga.

Por outro lado, a regularidade deve ajudar Serra e Mauricio: o atual bicampeão é o que mais somou pontos na corrida de Mogi (106 em seis provas), além de ter sido o que mais subiu ao pódio com quatro presenças. Essa mistura toda torna praticamente impossível fazer algum prognóstico para o fim de semana.

A décima etapa da temporada terá uma programação diferente, repetindo o que aconteceu em abril, com dois dias de atividades, sem a presença da Stock Light. O sábado contará com dois treinos livres e a classificação, marcada para as 13h30 e exibida pelo Globoesporte.com. Já o domingo recebe as duas provas, a partir das 11h00 com transmissão ao vivo do SporTV2. Os ingressos seguem à venda até sexta-feira no site Tickets For Fun, no Unimed Hall em São Paulo e no Mercado Big Bom, em Mogi Guaçu, além da bilheteria do autódromo, que será o único ponto de venda no sábado e domingo.

Programação

Sábado, 9 de novembro

08h00: Abertura dos portões
08h00 - 08h15: Shakedown
08h25 - 09h50: Treino Livre 1
10h55 - 12h20: Treino Livre 2 (transmissão ao vivo no Youtube.com/stockcarchannel)
13h30 - 14h30: Classificação (transmissão ao vivo pelo Globoesporte.com)
15h00 - 16h00: Volta rápida

Domingo, 10 de novembro

08h00: Abertura dos Portões
09h00 - 10h00: Visitação aos Boxes
11h00 - 11h43: Corrida 1 (transmissão ao vivo do SporTV2)
12h02 - 12h45: Corrida 2 (transmissão ao vivo do SporTV2)
13h30 - 14h30: Volta rápida

Classificação da Stock Car após 9 de 12 etapas:

1) Daniel Serra, 265  
2) Ricardo Maurício, 265
3) Thiago Camilo, 249  
4) Rubens Barrichello, 241  
5) Felipe Fraga, 225  
6) Júlio Campos, 224  
7) Gabriel Casagrande, 191  
8) Cacá Bueno, 182  
9) Max Wilson, 133  
10) Bruno Baptista, 126  
11) Marcos Gomes, 125  
12) Nelson Piquet Jr., 125
13) Átila Abreu, 112  
14) Ricardo Zonta, 106  
15) Galid Osman, 99  
16) Diego Nunes, 95  
17) Allam Khodair, 88
18) Lucas Foresti, 86
19) Denis Navarro, 85
20) Rafael Suzuki, 83  
21) Gaetano Di Mauro, 82  
22) Valdeno Brito, 81  
23) César Ramos, 63  
24) Marcel Coletta, 63  
25) Bia Figueiredo, 52  
26) Guga Lima, 48  
27) Felipe Lapenna, 35  
28) Pedro Cardoso, 34  
29) Agustín Canapino, 10  
30) Vitor Baptista, 7  
31) Raphael Reis, 3