Últimas notícias

Prati conclui ciclo vitorioso na Stock Car

Resultados de pista e ações de marketing eficazes marcaram a trajetória da patrocinadora na categoria.

A Prati-Donaduzzi concluiu neste domingo, 15, um valioso ciclo de sete temporadas como patrocinadora na Stock Car. Desde que estreou na categoria, em 2012, a marca sempre buscou um duplo protagonismo: tanto nas pistas, onde conquistou quatro pole positions, cinco vitórias e 25 pódios, quanto nas ações marketing criativas e que ajudaram a ampliar ainda mais o alcance da principal categoria do automobilismo brasileiro.

Entre elas, a vinda de Bruno Senna e Nicolas Prost para a Corrida de Duplas em Goiânia, GO, em 2015, que teve grande repercussão por recriar com a nova geração a antiga disputa entre Ayrton Senna, tio de Bruno, e Alain Prost, pai de Nicolas. A Prati-Donaduzzi também sempre procurou valorizar os campeões do passado, como quando deu a Alencar Jr. (vencedor da temporada 1982) a chance de pilotar um Stock Car moderno, em 2014.

Também em 2014, a patrocinadora inovou ao convidar “Grid Ladies” – senhoras entre 60 e 80 anos de idade – para desfilar pelo paddock elegantemente vestidas com as cores da marca, valorizando os cuidados com a saúde e bem-estar.

Ação premiada

Em setembro de 2019 veio a principal ação de conscientização promovida pela marca e uma das mais marcantes da história da Stock Car. Criada pela Capim.AG e denominada “Transplanted Cars”, a ação foi realizada em parceria com a Shell e previa a “troca de capôs” entre os pilotos Julio Campos e Ricardo Zonta.

O visual dos carros com as marcas trocadas de surpresa chamou a atenção imediatamente, despertando curiosidade por parte dos fãs e da imprensa. A revelação de que tratava-se de uma campanha incentivando a doação de órgãos fez com que o assunto ganhasse proporções internacionais, sendo noticiado em alguns dos maiores sites e portais do mundo.

Dois meses depois, em novembro, a ação foi finalista em quatro categorias do maior prêmio da publicidade latina: El Ojo de Iberoamérica. A troca de capôs ganhou prata na categoria “Sustentabilidade – Saúde” e bronze em “Esporte – Patrocínio & Eventos”.

Agora em dezembro, o projeto faturou mais três prêmios do CCPR – Clube de Criação do Paraná, Estado onde ficam as sedes da Prati-Donaduzzi e da Capim.AG. Foi ouro em “Promo & Ativação” e prata em “OOH (Out of Home)” e “Campanha Integrada”. Por fim, na cerimônia de premiação da própria Stock Car em Interlagos, Prati-Donaduzzi e Shell ficaram com o troféu de melhor ação de marketing da temporada.

Disputando o título

Dentro das pistas, a Prati-Donaduzzi viveu grandes momentos, como a disputa por dois títulos da Stock Car, em 2014 (quando chegou à prova final com Antonio Pizzonia e Julio Campos na disputa) e em 2019 (novamente com Julio). A marca também realizou feitos incríveis, como ganhar as duas corridas dentro da mesma etapa (em Tarumã, em 2014).

Nas sete temporadas que disputou, a Prati-Donaduzzi estabeleceu parceria com duas equipes e cinco pilotos (sem contar os convidados), aos quais agradece pelo esforço e dedicação. De 2012 a 2015, esteve na Mico’s Racing com Rodrigo Sperafico, Ricardo Sperafico, Julio Campos e Antonio Pizzonia. Depois de um ano ausente, retornou em 2017, já na estrutura da R Mattheis, com Julio Campos e Antonio Pizzonia. Por fim, Valdeno Brito juntou-se à equipe neste ano.

“Nossa missão de prover saúde e bem-estar passa pelo incentivo ao esporte. Além disso, a Stock Car se mostrou uma excelente plataforma para fortalecimento da marca em todo o Brasil, ativações junto aos clientes e retorno de mídia. Foram sete temporadas importantíssimas dentro da nossa estratégia”, afirma Lucas Angnes, gerente de marketing da Prati-Donaduzzi.

“Quero agradecer em nome da Prati-Donaduzzi aos pilotos, às equipes em que estivemos, à categoria e aos fãs por todo o suporte e participação no nosso projeto dentro do automobilismo. Para 2020, mudamos o foco e vamos investir na divulgação de medicamentos inovadores, que farão a diferença na vida de milhões de brasileiros”, conclui Lucas. Mais detalhes sobre os novos investimentos da Prati-Donaduzzi serão divulgados em breve pela assessoria de imprensa institucional da empresa.

O chefe da equipe R Mattheis agradeceu pelos três anos de parceria entre a marca e o time.

“Eu só posso agradecer pela confiança no nosso trabalho. Foram três anos de sucesso, em que conseguimos crescer juntos, com resultados cada vez melhores e chegando à disputa pelo título. Sabemos que a saída do patrocinador é por uma excelente causa e vamos guardar boas memórias desta parceria. Também agradeço muito aos pilotos, ao Julio que foi brilhante neste período, e ao Valdeno que contribuiu muito com a gente”, comenta Rodolpho Mattheis.

Confira agora as estatísticas completas da Prati-Donaduzzi na Stock Car

CORRIDAS: 130

POLES: 4

2013
Interlagos, Julio Campos

2014
Cascavel, Julio Campos
Velopark, Julio Campos

2019
Santa Cruz do Sul, Julio Campos

VITÓRIAS: 5

2014
Santa Cruz do Sul, Antonio Pizzonia
Tarumã, Julio Campos
Tarumã, Antonio Pizzonia

2015
Curitiba, Julio Campos

2019
Santa Cruz do Sul, Julio Campos

PÓDIOS: 25

2013
Cascavel, Julio Campos, 2º lugar

2014
Santa Cruz do Sul, Antonio Pizzonia, 1º lugar
Brasília, Julio Campos, 2º lugar
Goiânia, Julio Campos, 3º lugar
Cascavel, Julio Campos, 2º lugar
Santa Cruz do Sul, Julio Campos, 2º lugar
Tarumã, Julio Campos, 1º lugar
Tarumã, Antonio Pizzonia, 1º lugar

2015
Ribeirão Preto, Julio Campos, 3º lugar
Velopark, Julio Campos, 3º lugar
Velopark, Julio Campos, 3º lugar
Curitiba, Julio Campos, 1º lugar
Curitiba, Julio Campos, 2º lugar

2017
Santa Cruz do Sul, Antonio Pizzonia, 2º lugar

2018
Velopark, Julio Campos, 3º lugar
Velopark, Julio Campos, 3º lugar
Cascavel, Julio Campos, 2º lugar
Londrina, Julio Campos, 2º lugar
Interlagos, Julio Campos, 2º lugar

2019
Goiânia, Julio Campos, 2º lugar
Londrina, Valdeno Brito, 2º lugar
Londrina, Julio Campos, 3º lugar
Santa Cruz do Sul, Julio Campos, 1º lugar
Campo Grande, Julio Campos, 2º lugar
Goiânia, Valdeno Brito, 3º lugar

CAMPEONATO DE PILOTOS DISPUTADOS: 7

2012 Mico’s Racing
17º Rodrigo Sperafico
19º Ricardo Sperafico

2013 Mico’s Racing
18º Julio Campos
20º Rodrigo Sperafico

2014 Mico’s Racing
8º Julio Campos
9º Antonio Pizzonia


2015 Mico’s Racing
11º Julio Campos
18º Antonio Pizzonia

2017 R Mattheis
12º Julio Campos
16º Antonio Pizzonia

2018 R Mattheis
3º Julio Campos
21º Antonio Pizzonia

2019 R Mattheis
6º Julio Campos
17º Valdeno Brito

CAMPEONATO DE EQUIPES DISPUTADOS: 7

2012 R Mattheis
11º lugar

2013 Mico’s Racing
11º lugar

2014 Mico’s Racing
3º lugar

2015 Mico’s Racing
5º lugar

2017 R Mattheis
8º lugar

2018 R Mattheis
4º lugar

2019 R Mattheis
5º lugar