Últimas notícias

Max Wilson leva a corrida 2 em Goiânia

Recheada de disputas, prova teve ainda a estreia de Nelsinho Piquet no pódio da Stock Car. Felipe Fraga repetiu o terceiro lugar da primeira prova

Max Wilson foi o vencedor da segunda corrida da Stock Car na tarde deste domingo em Goiânia. O piloto da Eurofarma RC conquista sua segunda vitória na temporada e trouxe consigo ao pódio Nelsinho Piquet em um excelente segundo lugar - seu primeiro pódio na Stock Car - e Felipe Fraga repetindo o terceiro posto da primeira prova.

Assim como a primeira, a segunda corrida foi recheada de disputas. Décimo colocado na primeira disputa, Cesar Ramos largou na frente. Na segunda volta, foi ultrapassado por Julio Campos, mas tomou a posição de volta. De terceiro, Átila pulou para a ponta na quarta volta fazendo o bom uso do botão de ultrapassagem – tendo sido, inclusive, um dos seis vencedores do Fan Push. Ramos, em segundo, saiu da pista e teve de abandonar a corrida na sexta volta.

Julio Campos assumia o segundo lugar, com Nelsinho Piquet em terceiro lugar, Gabriel Casagrande em quarto e Rubens Barrichello em quinto. Daniel Serra e Felipe Fraga continuavam próximos um do outro na sexta e na sétima posições.

Atrás de Campos, grande disputa entre Piquet, Casagrande e Barrichello. Enquanto isso, Átila já abria mais de dois segundos na liderança. Na décima volta, Átila teve de cumprir um drive-through por queima de largada. Assim, Julio Campos assumiu a liderança, seguido de Barrichello, Casagrande, Piquet, Serra e Fraga fechando os seis primeiros.

Vencedor da Corrida do Milhão em Goiânia, Rubens Barrichello passou a pressionar Campos ainda antes da abertura da janela de pit stops. No entanto, o carro #111 passou a apresentar uma vibração no capô e na parte frontal do assoalho, ocasionada por algum toque – e logo perdeu o segundo lugar para Gabriel Casagrande.

Na abertura dos pits, na 15ª volta, Barrichello e Casagrande foram os primeiros a parar, enquanto Campos e Piquet seguiram na pista. Rubinho acabou abandonando a corrida. Campos e Piquet pararam na 16ª volta. Campos voltou à frente de Piquet e na saída Max Wilson jogou-se na frente do piloto da Full Time Bassani.

Quem se deu muito bem nas paradas foi Daniel Serra. Com ótima parada, o líder do campeonato retornou colocando Piquet e Casagrande entre ele e Fraga. A estratégia lhe rendeu o terceiro lugar, exatamente atrás de Campos e do companheiro de equipe Max Wilson.

Na 21ª volta, Fraga superou Casagrande pelo quinto lugar e Piquet passou Serra pela terceira posição. Na volta seguinte, Fraga superou Serra e os dois iniciaram a mesma saga de trocas de posição vista na primeira corrida.

Julio Campos perdeu a liderança para Max Wilson e Nelsinho Piquet, que fazia sua melhor exibição na temporada ao colocar muita pressão sobre o #65. Felipe Fraga conseguiu subir mais posições e assumiu o terceiro posto colocando Julio Campos e Gabriel Casagrande entre ele e Serra.

No giro final, Campos passou a enfrentar problemas, tendo sido superado por Lucas di Grassi e passando a suportar a pressão de Serra, Vitor Genz e Allam Khodair.

Na linha de chegada, Max Wilson conquistou sua segunda vitória na temporada – e 12ª da carreira. Nelsinho Piquet foi ao pódio pela primeira vez com o excelente segundo lugar, seguido de Felipe Fraga, que fica como o maior pontuador da etapa ao repetir a terceira posição da primeira prova.

Lucas di Grassi recuperou-se para um bom quarto lugar, seguido de Gabriel Casagrande, Daniel Serra, Vitor Genz, Allam Khodair, Julio Campos, e Rafael Suzuki fechando os dez primeiros.

Resultado da Corrida 2*:
1. 65 Max Wilson (Eurofarma RC)
2. 33 Nelson Piquet Jr (Full Time Bassani)
3. 88 Felipe Fraga (Cimed Chevrolet Racing)
4. 11 Lucas Di Grassi (Hero Motorsport)
5. 83 Gabriel Casagrande (Vogel Motorsport)
6. 29 Daniel Serra (Eurofarma RC)
7. 46 Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team)
8. 18 Allam Khodair (Blau Motorsport)
9. 4 Julio Campos (Prati-Donaduzzi Racing)
10. 8 Rafael Suzuki (Bardahl Hot Car)
*Resultados sujeitos a verificações técnicas e desportivas