Últimas notícias

Lubrax apresenta seus carros para temporada 2021

Design dos Chevrolet Cruze de Felipe Massa e de Julio Campos tem visual moderno e cheio de brasilidade nas cores verde e amarelo

A Lubrax | Podium Stock Car Team quer deixar sua marca nos autódromos por onde a temporada da Stock Car vai passar este ano. A equipe chefiada por Rodolpho Mattheis revelou nesta terça-feira, dia 23, o layout dos Chevrolet Cruze com que Felipe Massa e Julio Campos acelerarão nas pistas em 2021. Com um conceito pautado na brasilidade, as linhas do novo carro foram pensadas para transmitir energia, tecnologia e modernidade. As cores verde e amarelo são predominantes na pintura, que tem ainda inspiração e referências da nova imagem dos Postos Petrobras.

A arte é assinada pelo designer Erich Shibata, especialista em branding e responsável pelo desenho de outros tantos carros que já correram temporadas da Stock Car. As cores escolhidas trazem os pantones das marcas Lubrax, linha de lubrificantes líder de mercado e a marca mais lembrada pelos consumidores segundo o Top of Mind Brasil, e Petrobras Podium, gasolina de alta octanagem e performance exclusiva dos Postos Petrobras.

O design é marcado por linhas diagonais que conferem modernidade e elegância ao veículo. A escolha de tintas foscas com detalhes metalizados teve como objetivo dar uma melhor visibilidade para as marcas patrocinadoras durante as transmissões de TV e segue a tendência das escuderias da F1.

Até o início da temporada, o carro #4 de Julio Campos e o #91 de Felipe Massa permanecerão bem guardados na sede da equipe R.Mattheis, em Petrópolis. A dupla já esteve na cidade, localizada na região serrana do Rio de Janeiro, para conferir as máquinas e fazer os primeiros ajustes antes do início da temporada.

"Tanto o Felipe quanto o Julio já puderam sentir o carro. Como o Julio já está habituado à Stock, não tivemos dificuldades no ajuste do banco e do cockpit. Em menos de duas horas de trabalho acertamos todos os detalhes. Com o Massa foi um pouco mais complexo. Trabalhamos para dar a ele o melhor ajuste e o máximo de campo de visão", explicou Rodolpho Mattheis.

Com a primeira etapa da temporada adiada por conta da pandemia de Covid-19, Massa e Campos vão acelerar pela primeira vez o carro verde e amarelo no dia 25 de abril, em Londrina/PR, quando está prevista a abertura do calendário.

"O adiamento é extremamente necessário neste momento, todos precisam estar seguros. Espero que a gente consiga voltar brevemente. Estão todos ansiosos e sabemos que a expectativa é grande com a chegada do Felipe. A presença dele vai, sem dúvida, engrandecer a categoria", alertou Mattheis.

O chefe de equipe lembra ainda que o titular do carro número 91 vem de uma longa experiência em monopostos e que os carros de turismo têm suas peculiaridades na forma de guiar. "Isso requer prática, mas tenho certeza de que o Felipe vai conseguir encurtar essa trilha com o nosso auxílio, meu e dos engenheiros", avisou Mattheis, ressaltando que o caminho de Julio Campos é um pouco diferente. "O Julio é antigo na casa. Disputamos três temporadas juntos. Em dois anos, chegamos na última corrida com chance de título e ficamos em terceiro na temporada. Estamos bem confiantes que ele vai entregar uma boa performance".

Já Felipe Massa está ansioso para acelerar e aprender. "Chegou o meu momento de começar na Stock Car. Quero aprender o mais rapidamente possível, tentar entender o carro e a categoria, incluindo aí algumas pistas que eu ainda não conheço. Vou lutar para ser competitivo e rápido, tenho um trabalho grande pela frente e estou motivado. Não vejo a hora de começar, sem dúvida temos o carro mais bonito do grid e eu estou pronto", disse Massa.

NOVO FORMATO DE DISPUTA
Já por dentro das novas regras de disputa da temporada 2021 da Stock Car anunciadas nesta segunda-feira, dia 22, Julio Campos avalia que as provas vão trazer fortes emoções e muita competição. Ele, que esperava corridas únicas com os pilotos com mais performance e mais rápidos tendo maior chance de vencer, ficou empolgado com o formato.

"Essa corrida curta, com uma parada na primeira etapa e sem pitstop na segunda, vai ser algo bem diferente. A estratégia será fundamental, vamos ver como as equipes vão trabalhar isso ao longo da temporada. Mas, sem dúvida, fica claro que será importante ser rápido para largar na frente e garantir a maior parte dos pontos na primeira etapa", explicou Campos, chamando atenção ainda para a ampliação do número de descartes. "A categoria curtiu ano passado. Com a pandemia de Covid, o aumento para quatro descartes será importante caso o piloto precise perder alguma etapa. Assim ele não será prejudicado".

Para o chefe da equipe Lubrax | Podium Stock Car Team, o formato deixará o campeonato mais competitivo e com mais chances de pilotos diferentes vencerem as etapas, abrindo possibilidade para novas estratégias e dando mais trabalho para o time de engenharia, que terá de pensar numa combinação para ter melhor resultado entre as duas provas.

"O maior desafio será encontrar o balanço entre arriscar e fazer uma boa primeira corrida, sendo que ao mesmo tempo não dá para ser agressivo demais porque teremos a segunda prova. Porém, acredito que esse cenário vai deixar o formato mais positivo", comentou Rodolpho.

"Agora com o formato definido já conseguimos estudar, entender as possíveis variáveis e trabalhar em estratégias. Tudo indica que o campeonato será um espetáculo, estou otimista com o show que teremos esse ano. Agora é torcer para voltarmos logo para a pista".