Últimas notícias

Gremista, Casagrande recebe ex-Inter no box

Ex-Inter, Alex acompanhou a abertura da Stock Car no box de Gabriel Casagrande, torcedor fanático pelo Grêmio

O final de semana no Rio Grande do Sul será de mais uma final de Gauchão entre Grêmio e Internacional. A rivalidade em campo é sabidamente uma das maiores do mundo, mas isso não é problema para a amizade entre Alex, ex-jogador do Inter, e Gabriel Casagrande, piloto gremista da Crown Racing na Stock Car.

No último domingo, a Stock Car abriu a temporada de 2019 com uma corrida no Rio Grande do Sul e Alex foi o convidado especial no box da equipe de Casagrande. A amizade dos dois, inclusive, começou justamente na pistas.

"O Gabriel é um cara sensacional. A Stock Car acabou aproximando a gente e eu tive a oportunidade conhecer ele e o pai dele através da Júpiter (patrocinadora de Casagrande). Na primeira corrida em que nos conhecemos, acho que foi 2017, levei todo o pessoal da equipe para fazer um churrasco em casa. Sabendo que ele é gremista sempre tem umas brincadeiras, mas tudo leve e ele sempre leva na brincadeira, mesmo sendo um apaixonado (pelo Grêmio). É legal porque ele é um grande talento que tem nas pistas e pouco a pouco nós construímos essa amizade. Quem sabe ele possa virar um campeão na Stock Car", diz Alex.

Após ser o nono colocado na abertura da Stock no Velopark, Gabriel foi direto do autódromo para a Arena do Grêmio acompanhar a vitória do tricolor sobre o São Luiz, em partida válida pela semifinal do Campeonato Gaúcho.

"Eu moro em Curitiba, então é sempre bom quando tem Stock Car aqui no Rio Grande do Sul e posso aproveitar também para ver o Grêmio. O Alex é um cara bacana, que construiu uma história bonita no futebol, então sempre é um prazer recebê-lo aqui nos boxes da Stock Car. Nessa hora a rivalidade fica um pouco de lado", diz Casagrande.

Alex ainda falou sobre o atual momento do Inter, que é líder do Grupo A da Libertadores e vem em crescimento na temporada.

"Eu vejo o Inter com um time forte e tem como produzir ainda mais individualmente e coletivamente. Mantenho contato sempre com o pessoal lá e o ambiente tem sido muito legal. A chegada do Guerrero (Paolo), um jogador desse nível, é importantíssimo. É um jogador especial, de Copa do Mundo. O que ele fez sábado (gol contra o Caxias), eu tenho certeza que no Inter vai dar muito certo. Ele vai agregar muito, já que ele é um cara bacana e não vai gerar ciúmes com ninguém".

Campeão da Libertadores e do Mundial com o Inter em 2006, Alex também destacou o trabalho da atual direção do Colorado. "O time também está muito forte, em uma energia muito boa e é muito bem treinado pelo Odair (Hellmann). O ano é bem promissor, futebol não se pode cravar nada, mas é muito legal porque é aniversário de 110 anos do clube, 50 anos do Beira-Rio, então todos entenderam bem o que é o Internacional e o que é o seu torcedor quer daqui para a frente", diz Alex.

Em março deste ano, Alex anunciou sua aposentadoria do futebol, mas ainda admitiu que sente um pouco de saudade, principalmente dos grandes jogos. "É diferente esse começo de jogador aposentado, às vezes fico bem de não ter aquele dia a dia cansativo, mas também sinto falta, principalmente daquele clima de jogo de Libertadores", completa Alex.

A segunda etapa da Stock Car será em 5 de maio no Velo Città (SP), enquanto que a primeira partida da final do Gaúcho acontece neste domingo às 16h no Beira-Rio.