Últimas notícias

Eurofarma assume ponta da tabela geral da Stock

A primeira prova da temporada 2020 foi de entendimento tanto para os pilotos quanto para as equipes.

E a Stock Car começou. A Eurofarma-RC assumiu a ponta da tabela com os dois pilotos da equipe. Daniel Serra é o vice-líder com 32 pontos e Ricardo Maurício é o quinto colocado com 30 pontos.  “O final de semana foi bem produtivo, no treino livre não fomos tão bem, mas, acabei conseguindo encaixar uma volta e ganhei uma boa posição de largada e isso muda muito a estratégia. Acabei recebendo uma penalização dos comissários na segunda corrida, ainda assim, começamos com um bom desempenho”, diz Ricardo Maurício.

Ricardo Maurício chegou a terminar a segunda corrida na liderança do campeonato, mas, foi penalizado em vinte segundos pelos comissários desportivos. Ricardo e Thiago Camilo saíram juntos após o abastecimento, e houve uma dúvida sobre quem tinha direito de passagem. “Durante a corrida temos que tomar decisões rápidas e de dentro do carro não temos a visão clara do que acontece à nossa volta. Por hora, vamos acatar a decisão dos comissários, mas, temos que reanalisar as imagens e se entendermos que a decisão não foi justa nos posicionaremos”, diz Ricardo Maurício.

Daniel Serra, tricampeão consecutivo da categoria, largou em quarto lugar, posição conquistada no classificatório realizado no dia anterior e terminou o fim de semana na vice liderança da tabela geral de classificação. “Esse foi um final de semana de aprendizado, como funciona o carro, claro que eu queria um pouquinho mais, mas, conquistamos alguns pontos e vamos juntando porque o campeonato é longo e tem muita coisa pela frente”, comenta o atual campeão.

Apesar de diferente, nem mesmo a ausência de parte da equipe, ou o box sem a tradicional montagem, sem público, sem torcida, nada disso tirou o brilho da abertura tardia da temporada 2020 da Stock Car. Visivelmente felizes com a volta do esporte, pilotos e equipes tiveram que seguir rigorosos protocolos de segurança, como barreira de higienização, uso de máscara, álcool gel e distanciamento, inclusive durante o pódio.

A primeira corrida foi de entendimento para pilotos e equipes. Embora os novos carros tenham sido testados ao longo da paralisação e dos primeiros treinos livres durante o sábado, essa foi a primeira vez que eles se mantiveram num maior tempo dentro da pista. Em Goiânia, o clima quente provocou o superaquecimento de motores e sistema de freios tirando da prova alguns competidores, causando inclusive, pequenos incêndios, como o foi o caso do piloto Marcos Gomes.

As duas corridas tiveram a duração de 30 minutos mais uma volta, o que significa 10 minutos a menos que o tempo das temporadas passadas. Pelas novas regras de segurança, cada equipe pode ter apenas 3 mecânicos no box, o que mudou também o tempo do pit stop.

Caso tudo se mantenha como planejado, a próxima corrida deve acontecer em Interlagos, no dia 23 de agosto com a tradicional Corrida do Milhão, que também reserva uma grande surpresa, já que terá caráter solidário.