Últimas notícias

Barrichello vai tentar "mágica" no domingo

Matías Rossi, Rafael Suzuki e Nelson Piquet Jr. também completam a 10ª etapa na zona de pontos, em 12º, 15º e 18º, respectivamente

A 10ª etapa da temporada 2020 da Stock Car teve muitos pegas neste sábado (21) no autódromo Ayrton Senna, em Goiânia (GO). Pela manhã, os pilotos participaram do treino classificatório, que definiu o grid da corrida única, realizada algumas horas depois.

Na equipe Full Time Sports, o melhor resultado do dia ficou com o experiente Rubens Barrichello, que levou seu Corolla #111 a mais um Top-10. O piloto da Mobil ALE largou em 12º e completou a prova na nona colocação.

Os companheiros também marcaram pontos. O argentino Matías Rossi fez uma grande prova de recuperação. Saiu de 22º para 12º na corrida. Rafael Suzuki também mostrou boa evolução e terminou em 15º, depois de largar em 18º. Nelson Piquet Jr. completou a prova na 18ª posição.

Num dia de domínio dos adversários da marca Chevrolet, a vitória ficou com Ricardo Maurício, que avançou para a vice-liderança do campeonato. Guilherme Salas, em segundo, e Daniel Serra, em terceiro, completaram o pódio. Thiago Camilo ficou em décimo, mas ainda mantém a liderança da competição.

Barrichello aparece em quarto na tabela. Piquet Jr. é o 11º, Suzuki, o 13º e Rossi, o 16º. Após as duas provas deste domingo (22), todos os pilotos serão obrigados a descartar os seus três piores resultados de 2020 e irão para a última etapa em São Paulo, no dia 13 de dezembro, que terá pontuação dobrada.

Neste domingo, às 9 horas, será realizado o classificatório da 11ª etapa. As duas corridas acontecerão a partir das 11 horas. O SporTV 2 transmitirá todas as atividades ao vivo.

Com histórico vencedor em Goiânia, Barrichello comentou sobre a etapa deste sábado e brincou com a estratégia para o domingo.

“Foi um dia de muitas disputas. Ficamos em nono lugar na corrida. No campeonato, caímos de terceiro para quarto, mas recuperamos um pontinho do Thiago (Camilo), que continua líder. Não dá pra dizer que foi ruim, mas temos de melhorar muito para amanhã, porque o (Ricardo) Maurício, o (Daniel) Serra e os Chevrolet estão mais rápidos que a gente neste momento”, lembrou o piloto, que já venceu cinco vezes na pista goiana, inclusive este ano, na abertura da temporada (2014, 2016, 2018, 2019 e 2020).

“Vamos fazer mágica amanhã. Precisamos sair daqui com muitos pontos, para chegar em São Paulo com chances de ganhar o título. Já fizemos mágica antes, então, vamos seguir lutando”, finalizou o piloto do Corolla #111, que foi campeão da Stock Car em 2014.

O companheiro Matías Rossi também deixou a pista satisfeito. E o foco total passa a ser o classificatório de amanhã.

“Foi uma boa corrida, principalmente, depois de não termos nos classificado tão bem e largado em 22º. Consegui avançar durante a prova. O carro estava muito bom durante a disputa. Fizemos uma boa estratégia, com um pit stop bem rápido, então fiquei contente com o resultado final. Agora, vamos trabalhar para amanhã. Precisamos nos classificar melhor para termos chances de chegar mais à frente”, ressaltou o argentino, que faz sua estreia este ano na Stock Car e já foi ao pódio, com um segundo lugar no Velocitta (SP).

Suzuki também mostrou grande recuperação durante a prova deste sábado, especialmente, depois de ter caído para último para evitar uma batida com Piquet Jr. na largada.

“Terminamos a corrida somando mais seis pontos. Na largada, infelizmente, tivemos aquele ‘efeito sanfona’ e eu tive de frear muito forte para não bater no meu companheiro (Nelsinho) e caí para último. Nosso pit stop foi bom, o ritmo era razoável, mas a corrida não nos proporcionou muitas oportunidades, apesar de ter avançado quase 10 posições”, comentou o piloto do Corolla #8, que já venceu uma das etapas deste ano, em Londrina (PR).

“Agora é trabalhar para que a gente consiga se classificar um pouco mais pra frente amanhã. Vamos tentar tirar o máximo do nosso pacote técnico, em relação aos Chevrolet. Acho que temos melhores chances neste domingo”, concluiu Suzuki.

Piquet Jr. também segue firme em busca de melhores resultados na penúltima etapa do ano. Dos oito pódios que tem na Stock Car, o piloto conquistou três em Goiânia e a pista é uma de suas favoritas. Na temporada 2020, o piloto do Corolla #33 também já tem uma vitória (Interlagos) e mais três pódios.

“Não tem sido um fim de semana fácil para nós. No classificatório, fomos o terceiro melhor Corolla e ficamos por uma posição do Q2. Tentamos uma corrida de recuperação, mas infelizmente acabei tendo um problema no pit stop. Por conta do cuidado que estou tendo de ter com o carro, cometi um erro na saída do pit e ele acabou morrendo. Não conseguimos chegar mais à frente, mas os mecânicos fizeram um excelente trabalho. Agora, vamos repensar tudo para amanhã e tentar sair de Goiânia com um resultado melhor”, completou o piloto da Texaco Full Time Bassani.