Vitória que escapa como areia fina

Piloto da Full Time Texaco foi ultrapassado por Rubens Barricello a poucos metros do fim da prova

Depois de um final de semana complicado, com uma classificação difícil, a conquista de mais um pódio - o terceiro da temporada - é motivo de sobra para Allam Khodair comemorar. Mas o bom resultado obtido pelo piloto da Full Time Texaco na segunda corrida da etapa de Cascavel teve um gosto amargo. Com uma pane seca na reta dos boxes, a vitória escapou pelos dedos do Japonês Voador em cima da linha de chegada. Rubens Barrichelo acabou em primeiro lugar, invertendo a dobradinha da equipe Full Time.

"Um pódio é sempre um grande resultado. Temos que comemorar, porque o saldo do final de semana é muito positivo. Mas é claro que saio de Cascavel com uma pontinha de frustração. Afinal de contas a vitória estava nas nossas mãos e escapou em cima da linha", contou o piloto que superou uma série de problemas para alcançar mais um pódio.

"Larguei atrás na primeira corrida e levei pancada de todos os lados. Acabei com o extrator traseiro quebrado e isso arruinou a disputa. Optamos por arrumar e nos concentrarmos na segunda prova. Mas mesmo assim o carro ainda apresentava problemas por causa do extrator. Além disso, ousamos. Não trocamos pneu para a segunda prova, o que mostra que nosso ritmo era realmente muito forte. Foi um final de semana de muita superação", finalizou.

Não foi só Khodair a sofrer com a questão da pane seca. Segundos antes, foi Thiago Camilo, então líder da prova, a parar sem combustível a três curvas da bandeirada.