Top-10 amargo para Rafael Suzuki

Representante maranhense estava em 4º na penúltima volta, mas sofreu uma quebra involuntária da suspensão traseira. Mesmo com carro danificado, o piloto ainda conseguiu cruzar a linha de chegada no top-10 pela terceira etapa consecutiva e somou 14 po

A etapa de Goiânia foi de emoções distintas para Rafael Suzuki, no último domingo (22). O representante maranhense largou na 11º posição, fez uma corrida agressiva, com ótimo ritmo, e estava na 4ª posição, se aproximando da briga pelo pódio. Porém, há duas voltas do fim, a quebra da suspensão traseira tirou as chances de Suzuki conquistar seu melhor resultado na Stock Car. Mesmo com o carro danificado, o piloto ainda conseguiu forçar e completou as 30 voltas entre os 10 melhores, pela terceira etapa consecutiva nesta temporada.

Com forte desempenho desde o início das atividades, Suzuki liderou o treino de sábado de manhã, e ali provou que seria um dos destaques da etapa. Na classificação, com tempos muito próximos entre os pilotos, Rafael garantiu a 11ª posição no grid de largada para a corrida mais longa da rodada.

O forte calor e as arquibancadas lotadas do Autódromo de Goiânia foram o cenário de duas provas bem movimentadas neste domingo. Na corrida 1, Suzuki largou em 11º, mas perdeu algumas posições para evitar um acidente na primeira curva. Mas isso não atrapalhou o piloto do carro #8, que era um dos mais rápidos da pista, e conseguiu rapidamente recuperar terreno. Devido ao novo regulamento, os pilotos precisam praticamente optar por priorizar a primeira ou a segunda prova, e a estratégia de Rafael com a equipe Geolab Racing se mostrou acertada, já que o representante maranhense vinha forte na 4ª posição, se aproximando cada vez mais da briga por um lugar no pódio. Mas faltando menos de duas voltas para o fim da corrida, a quebra da suspensão quase forçou o abandono de Suzuki, que ainda conseguiu cruzar a linha de chegada no top-10, e depois entrar para os boxes para o reparo do carro.

Pelo resultado da primeira corrida, e a regra de inversão dos 10 primeiros, Suzuki largaria na pole position da segunda corrida, mas teve de sair dos boxes. O piloto continuou entre os mais rápidos da pista, mas teve de fazer um pit-stop para reabastecimento, e terminou as 18 voltas em 21º.

"Hoje ficou um gosto amargo. Esse 4º lugar iria coroar o grande fim de semana que tivemos, sempre entre os mais rápidos. Ainda bem que consegui me arrastar até o fim pra salvar pontos importantes, com nosso terceiro top-10 consecutivo. Estou feliz com a minha performance e com a da equipe, evoluímos ainda mais desde a última corrida e estamos no caminho certo, os caras têm feito um belo trabalho. Tenho certeza que colheremos grandes resultados em breve. Hoje faltou sorte", disse o piloto da Geolab Racing.

Com os resultados deste fim de semana, Rafael Suzuki somou 14 pontos e ocupa agora a 16ª posição do campeonato, a apenas oito pontos do top-10. A Stock Car volta a se reunir em duas semanas, entre os dias 03 e 05 de junho, em Santa Cruz do Sul (RS), para a 4ª etapa do campeonato.