Thiago Camilo sobe ao pódio e lidera

Piloto comemorou a marca de 200 corridas com o 3º lugar na primeira prova em Santa Cruz do Sul

O fim de semana em que completou 200 corridas na principal categoria do automobilismo brasileiro foi intenso para Thiago Camilo, mas valeu muito à pena. O piloto da Ipiranga Mattheis chegou em Santa Cruz do Sul para a terceira etapa da temporada 2017 liderando o campeonato com os mesmos 69 pontos de Daniel Serra, e voltou para São Paulo com uma vantagem de dez pontos para o adversário.

Na primeira corrida, que vale mais pontos, Camilo largou em terceiro, atrás de Rubens Barrichello e Marcos Gomes, e as posições se mantiveram no fim da corrida, mas de forma dramática para o piloto do Chevrolet número 21, que resistiu bravamente ao ataque de Átila Abreu nas últimas voltas. Na segunda corrida, largando em oitavo pelo sistema de grid invertido dos dez primeiros da corrida principal, Thiago Camilo chegou a estar em sexto e depois foi perdendo posições em função do desgaste de pneus. Na janela de reabastecimento obrigatório trocou três pneus – só deixou o dianteiro esquerdo -, voltou à pista em 20º lugar e na última volta fez três ultrapassagens – sobre Gabriel Casagrande, Cacá Bueno e Rubens Barrichello - para chegar em 11º e marcar quatro preciosos pontos.

“A meta de sair daqui na liderança foi atingida com muito custo. Na primeira corrida, além de eu ter perdido muito tempo atrás do Betinho Valério na volta do reabastecimento, nas voltas finais aconteceu alguma coisa com meu pneu traseiro, provavelmente um problema de pressão, que me dava a nítida sensação de pneu furado. O carro estava impossível de guiar. Consegui segurar o Átila Abreu e subir no pódio, mas gastei quase todos os tiros do botão de ultrapassagem (eram 18 para as duas provas) e na segunda corrida tive que fazer as últimas ultrapassagens no braço”, disse Thiago, que no intervalo entre as duas corridas recebeu a placa de 200 corridas de seu pai, Bel Camilo.

Galid Osman largou em 16 e acabou em 15º a primeira corrida. Na segunda, largando de 15º, já estava em 11º quando Marcos Gomes teve um pneu furado à sua frente, Galid teve que frear bruscamente, tocou no adversário e teve o carro desalinhado, sendo obrigado a abandonar antes da metade. A próxima etapa da Stock Car acontece em Cascavel (PR) no dia 11 de junho.