Stock Car abre no Velopark minitemporada gaúcha

A rodada dupla no domingo será a primeira das três provas marcadas para o RS

O autódromo do Velopark, situado no município de Nova Santa Rita, receberá neste final de semana a oitava etapa do Circuito Schin Stock Car, a primeira das três provas seguidas marcadas para o Rio Grande do Sul - as próximas serão em Santa Cruz do Sul, no fim do mês, e em Tarumã, no início de outubro. O paulista Átila Abreu lidera entre os pilotos, enquanto Prati-Mico’s Racing e Full Time dividem a ponta entre as equipes.

A pista é a mais curta do calendário - apenas 2.278 metros. Por isso, a expectativa é que os 34 pilotos fiquem todos separados por menos de um segundo. As dimensões acanhadas da pista, além de dificultarem as ultrapassagens na corrida, ampliarão a importância de um bom desempenho nos treinos classificatórios. "Será proibido errar no qualifying, porque o preço será alto. A única compensação é que o circuito curtinho permitirá que a gente dê mais voltas com os pneus novos e tenha uma nova chance de recuperação", aponta o paranaense Júlio Campos, companheiro do amazonense Antonio Pizzonia na Prati-Mico’s Racing e atualmente na quinta colocação do campeonato.

A história de Campos no Velopark é satisfatória. "Já fiz um terceiro lugar nessa pista. No ano passado, larguei em sexto e brigava pelo terceiro quando acabei batendo. Mas o importante é que o nosso carro tem andado bem em praticamente todas as pistas. Se continuarmos andando na frente, os pontos virão naturalmente e permaneceremos na briga pelos dois títulos", observa Campos, que não vê a hora de parar de bater na trave – foi segundo lugar em Goiânia e Cascavel, onde saiu na pole - e conquistar uma vitória ainda inédita.

A recente etapa de Curitiba foi um ponto fora da curva na campanha da Prati-Mico’s Racing em 2014. "Foi a pista onde encontramos mais dificuldades com o acerto dos carros", concorda Pizzonia, que ao menos conseguiu minimizar o prejuízo na rodada dupla da capital paranaense ao se manter na nona colocação da classificação geral. No Velopark, a equipe vai trabalhar para colocá-lo mais à frente, ainda na disputa do campeonato de pilotos, e automaticamente continuar pleiteando o título das equipes.