Últimas notícias

Shell terá australiano e belga em Interlagos

Mark Winterbottom e Laurens Vanthoor serão parceiros de Átila Abreu e Ricardo Zonta na Corrida de Duplas

A Shell Racing abre a temporada 2018 da Stock Car com um elenco estrelado em Interlagos. O time mira os títulos de pilotos e equipes no ano do 40º aniversário da categoria e novamente terá convidados internacionais de primeira linha para a Corrida de Duplas: o australiano Mark Winterbottom vem para carro #51, e o belga Laurens Vanthoor para o carro #10.

Sempre entre os postulantes ao título na equipe chefiada por Thiago Meneghel, Átila Abreu e Ricardo Zonta buscam uma vitória inédita na prova de duplas. Então a Shell Racing aposta nos expressivos históricos dos convidados no exterior, além da familiaridade mostrada com o carro da Stock Car em outras ocasiões em que aceleraram no Brasil.

Duas vezes top5 na Corrida de Duplas em duas participações (terminou em segundo e quarto), o australiano Mark Winterbottom fará dupla com Átila Abreu pela primeira vez. Quarto colocado no campeonato de 2017, o sorocabano já conquistou pole na Corrida de Duplas.

“Estou muito feliz em receber o Mark no carro #51. A Corrida de Duplas é um evento internacional e fico satisfeito que tenha retornado ao calendário com pontuação expressiva. Meu convidado mostrou grande performance nas ocasiões em que disputou a prova e acredito que será mais uma vez bem rápido neste ano. Meu objetivo é o título de pilotos e acredito que o Mark é o parceiro ideal para fazermos uma boa estreia e começar a temporada com pontos importantes”, diz Átila.

Aos 36 anos, Winterbottom compete no campeonato de V8 Supercars de seu país, onde tem conseguido destaque desde o início de sua carreira. Em 2003, faturou o título da categoria Light. Na categoria principal, além do título de 2015 acumulou 38 vitórias, 36 poles e 116 pódios. A V8 Supercars é a categoria cujos carros mais se assemelham ao pacote técnico da Stock Car.

“Estou motivado em disputar a Corrida de Duplas com a Shell Racing. Gostei muito da competitividade da Stock Car, que lembra muito o campeonato da V8 Supercars onde eu corro. Depois de terminar em segundo lugar a última prova em duplas, meu objetivo é subir um degrau agora com o Átila. Ele é um piloto de ponta e temos uma boa chance na prova. É positivo também retornar a Interlagos, uma pista onde já competi. Estou ansioso para os treinos de convidados e espero mostrar adaptação logo, pois já conheço o carro e o traçado”, afirmou o australiano, que participou da prova em duas oportunidades: ao lado de Sérgio Jimenez em 2014 e com Marcos Gomes em 2015, tendo conquistado um segundo e um quarto lugares.

Dois campeões mundiais de GT juntos
Piloto de fábrica da Porsche, Vanthoor já participou da Corrida de Duplas duas vezes pela Shell Racing, em 2015 e 2016. Ele também competiu uma prova regular da Stock Car em 2015. Seu melhor resultado foi o quinto lugar em Curitiba em 2016, quando competiu ao lado de Zonta.

“Reeditar a dupla com o Vanthoor é sempre bom, já que temos um entrosamento por ele já ter sido meu convidado. Ele é um dos grandes destaques no turismo mundial e tenho certeza que mais uma vez faremos um grande trabalho. Quero iniciar o ano já com bons resultados, seguindo os resultados promissores da temporada passada com vitórias e pódios”, aposta Zonta.

A parceria entre o belga e o brasileiro é uma das mais fortes do grid, afinal, ambos têm em suas carreiras títulos do mundo em carros de turismo. Zonta foi campeão do FIA GT em 1998, campeonato conquistado por Vanthoor em 2013 e também no ano seguinte, quando passou a se chamar Blancpain Series.

“Estou muito animado de competir de novo. Será minha quarta prova na Stock Car e todas foram bem divertidas. O evento tem bela repercussão, com o público muito animado na pista, cobertura de TV. A atmosfera no Brasil é muito legal, será minha terceira vez com a Shell e a segunda com Ricardo. Fiquei muito contente com o convite da Shell e espero uma prova muito disputada, com muitos pilotos internacionais no grid”, elogia o belga.

Atualmente, o competidor de 26 anos é piloto oficial da Porsche nos principais eventos internacionais de GT.