Serra: rolamento traseiro roubou pontos importantes

Piloto da Red Bull conseguiu um décimo lugar na primeira corrida em Cascavel, mas problema no carro selou seu destino na disputa final

Daniel Serra iniciou as disputas em Cascavel, durante a última etapa da Stock Car, dando mostras de que lutaria na frente. Tanto que na largada ganhou quatro posições, pulando da décima para a sexta colocação. Apesar da excelente largada, Serrinha percebeu que havia algo de errado com o carro ainda nas primeiras voltas.

Ele se segurou como dava, perdeu posições, mas ainda conseguiu terminar em décimo, marcando pontos que podem ser decisivos na disputa pelo título. A posição de chegada rendeu a pole position para a corrida 2 graças ao grid invertido. Mas seu destino já estava selado.

Serrinha largou bem, se manteve na frente e mesmo depois do pit stop para reabastecimento ainda estava na briga para marcar pontos. Mas o rolamento quebrado acabou forçando o abandono dele no final da segunda prova.

“Para nós, foi uma corrida difícil desde o começo, porque o carro não tinha equilíbrio e só foi piorando. Estava claro que tinha alguma coisa quebrada. Ainda conseguimos terminar a primeira corrida marcando pontos, o que foi importante. Mas na segunda prova não tinha jeito”, apontou o piloto do carro #29, que ainda assim sustenta a quarta posição na tabela com 101 pontos, um à frente de seu companheiro de equipe Cacá Bueno e de Valdeno Brito.