Sergio Jimenez se mantém top5

Dura etapa no Velopark

 

O domingo de corridas da oitava etapa da temporada da Stock Car, disputada neste domingo na pista do Velopark, em Nova Santa Rita, região do entorno de Porto Alegre, foi dura para os pilotos da Voxx Racing. Tanto Sergio Jimenez quanto Denis Navarro rodearam a décima posição na corrida um, que daria a pole position na prova dois, mas por poucas curvas isso não se concretizou.

Denis Navarro estava em décimo durante a última volta da primeira prova da rodada dupla quando foi se defender dos ataques de Ricardo Mauricio e caiu para 14º. Sergio Jimenez cruzou colado no top-10, em 11º, apenas 0s5 da pole da corrida mais curta.

Na segunda prova, ambos os pilotos da Voxx Racing tinham um ritmo superior ao dos líderes, mas em uma pista apertada como a do Velopark, não conseguiram reverter a vantagem em posições. Navarro foi o 11º e Jimenez o 13º.

William Lube, chefe da equipe, destacou a boa estratégia do time, mas que não se traduziu em muitos pontos durante a etapa.

"A equipe lutou até o final, a estratégia foi boa, acertada, mas por apenas uma posição não largamos na pole position da corrida dois. Nossos carros tinham um ritmo forte na última prova, mas rápido que os ponteiros... mas corrida é corrida e infelizmente não conseguimos o resultado esperado", disse Lube.

Jimenez, com os resultados obtidos nesta etapa, se manteve dentro do top5 do campeonato, agora em quarto com 121 pontos, apenas seis a menos do que Cacá Bueno, o terceiro.

"Nosso fim de semana foi ruim. Largando lá de trás estamos sujeitos a contar com a sorte, e hoje não foi o nosso dia. Nossa largada não foi boa, me dei mal em algumas ultrapassagens, cheguei em 11º na primeira prova... enfim, foi uma etapa onde as coisas deram errado. Mas vamos para as próximas para recuperar a ponta do campeonato", revelou Sergio Jimenez.

Navarro comentou que seu carro tinha um ritmo intermediário, mas que não lhe permitia brigar pelas posições mais a frente no grid.

"O começo da corrida um foi bem legal, conseguimos boas ultrapassagens e subimos até o top-10. Infelizmente o Ricardinho [Maurício] - que tinha um carro mais rápido - usou o Push-to-Pass na reta oposta, eu tranquei até onde consegui, mas freei na sujeira e meu carro escapou e não consegui segurar. Na segunda prova também tínhamos um ritmo ok, mas não conseguimos buscar uma posição mais a frente. Vamos trabalhar em cima de nosso carro para melhorar cada vez mais", finalizou Denis.