Schin Racing reconstrói carros de Lapenna e Matos após acidente em Curitiba

Em pouco mais de uma semana, equipe já tem carros da sua dupla de pilotos concluídos

Curitiba recebeu na última semana a sexta etapa da temporada 2015 do Circuito Schin Stock. Mais uma vez realizada em rodada dupla, a capital paranaense, que foi sede pela segunda vez no ano de uma etapa da categoria, viu Marcos Gomes e Sérgio Jimenez sagram-se vencedores.

Mas o que chamou a atenção de todos que estavam no local foi o forte acidente que aconteceu na primeira corrida. O choque envolveu quatro pilotos, que foram Thiago Camilo, Felipe Fraga, Felipe Lapenna e Rafa Matos. Felizmente todos saíram bem e sem maiores ferimentos.

Nesta semana a categoria volta para Goiânia para disputar a tradicional Corrida do Milhão. Reconstruir o carro envolvido em um incidente tão forte então era necessário, e uma corrida contra o tempo. “Toda vez que temos que montar um carro novo, o trabalho é muito duro”, explicou Carlos Alves, chefe de equipe da Schin Racing.

“São 140 itens para serem checados, um a um. Para a etapa de Goiânia, tivemos que fazer esse trabalho em apenas seis dias, por isso tivemos que ter muita força e união. Vamos terminar na terça-feira com a graça de Deus. Em Goiânia vamos montar toda estrutura e realizar uma checagem final. Tenho certeza que tudo dará certo estará perfeito para a Corrida do Milhão”, continuou.

Claro que união e trabalho em equipe foram essenciais para que o objetivo fosse completo no prazo certo. “Nossa equipe tem 24 anos e dentro do time não temos colaboradores com pouco tempo de equipe, então todos sabem como eu penso desde piloto”, afirmou.

“Trato todos os funcionários como amigos, mas na hora do trabalho somos guerreiros, unidos e temos muita vontade de vencer. Este ano já tivemos três acidentes graves com o carro do Rafa Matos, e esta semana, assim como nas outras ocasiões, estamos todos juntos e focados em um único objetivo: deixar os carros prontos e rápidos para disputar o pódio em Goiânia”, encerrou.