Pizzonia e Campos fazem a festa da garotada

Pilotos da Prati-Donaduzzi recebem menores atendidos pelo ICI de Porto Alegre no Velopark

Olhinhos atentos e curiosos diante de um mundo completamente novo à sua frente. Sem esconder a ansiedade, crianças e adolescentes atendidos pelo Instituto do Câncer Infantil de Porto Alegre quebraram a monotonia dos boxes da Stock Car nesta sexta-feira antes da abertura dos treinos livres da etapa deste domingo no Velopark, em Nova Santa Rita. Eles foram os convidados de honra da Equipe Prati-Donaduzzi para conhecer de perto os carros e personagens da Stock Car, a principal categoria do automobilismo nacional.

A garotada foi recebida pelos pilotos Antonio Pizzonia e Júlio Campos, que fizeram questão de mostrar os detalhes do cockpit do carro e seu volante repleto de botões e inúmeras funções, além de esclarecer todas as dúvidas. Os meninos, principalmente, adoraram a experiência de sentar dentro de um genuíno puro-sangue de competições e sentir, ainda que por breves momentos, a sensação de "pilotar" um carro de corrida. Depois, o grupo, acompanhado por monitores da instituição, completou o programa de uma tarde inesquecível percorrendo o paddock.

Segundo Mônica Gottardi, que cuida diretamente do programa de recuperação dos pacientes do ICI, atividades externas são relativamente comuns, mas a visita ao autódromo - retribuindo a passagem de Campos e Pizzonia pelo hospital na véspera - jamais será esquecida. "Eles não viam a hora de chegar ao Velopark. Nenhum deles jamais havia ido a uma pista, muito menos visto um carro de corrida de perto. Para crianças privadas do contato social por muito tempo em função da doença, essa ação foi muito importante. Somos gratos à Prati-Donaduzzi por essa oportunidade", comentou.