Para escalar pelotão

Equipe C2 aposta em chuva

A chuva que caiu esta tarde em Tarumã atrapalhou bastante a vida dos pilotos que disputam a décima etapa da temporada 2014 da Stock Car no tradicional circuito gaúcho. No entanto, acredite se quiser, amanhã essa mesma chuva poderá ser a grande aliada de alguns competidores. Principalmente daqueles que apostam em uma corrida de recuperação. Este é o caso dos pilotos da equipe C2, o único time novato na maior categoria do automobilismo brasileiro.

"Nossa última corrida com pista molhada foi em Curitiba e nosso resultado foi muito bom. Se a chuva aparecer amanhã é só procurar fazer as mesmas coisas e ter cuidado para não pegar nenhum acidente que possa comprometer a corrida. Nesse cenário, levaremos o carro para frente com certeza. Já para o seco, o nosso acerto ainda não é ideal", revelou Gabriel Casagrande, que faz sua estreia com a Stock Car em Tarumã e vai largar em 25o.

Companheiro de equipe de Casagrande, Diego Nunes é o 24o do grid, mas a situação dele poderia ser um pouco melhor, se não fosse um erro da telemetria. "O tempo da nossa telemetria mostrou que fomos cerca de três décimos mais rápidos do que a cronometragem oficial. Não é a primeira fez que a Stock Car sofre com este tipo de problema, mas como o resultado que prevalece é o oficial, não há muito o que possamos fazer. Agora é apostar em uma corrida de recuperação amanhã e tentar escalar o grid", disse.

A rodada dupla válida pela décima etapa da Stock Car está marcada para as 11h deste domingo, com transmissão ao vivo do Sportv.