O Velopark em números

Daniel Serra é o maior vencedor da Stock Car no Velopark, palco da segunda etapa da temporada, neste final de semana

O traçado do Velopark, autódromo localizado em Nova Santa Rita (RS), a 30 quilômetros de Porto Alegre, traz características únicas. É curto, cercado de muros e tem duas boas retas para ultrapassagem. E parece um circuito de rua – exigindo freadas fortes em suas seis curvas. Na primeira vez que a Stock Car correu no circuito, em 2010, o traçado tinha 2.086 metros, e no ano seguinte foi aumentando para 2.278. Ainda assim, é o menor do calendário.

Este layout curioso, no entanto, não tira o gosto dos pilotos por correr no Velopark – muitos o têm como uma de suas pistas preferidas. As disputas também costumam ser boas. Ano passado, por exemplo, Átila Abreu conseguiu a façanha de ultrapassar cinco concorrentes de uma só vez.

O maior vencedor da Stock Car no Velopark é Daniel Serra, em parte pelo desempenho conquistado no ano passado, quando também venceu e ultrapassou Ricardo Maurício pelo desempate na estatística. Ele tem três vitórias, conquistadas em 2011, 2013 e 2015. Já Maurício venceu a prova inaugural de 2010 e depois em 2014.

Com uma vitória no circuito gaúcho aparecem Átila Abreu (2011), Cacá Bueno (2012), Galid Osman (2014) e Max Wilson (2015).

Quando se fala em pole positions, o Velopark tem um dono incontestável: Cacá Bueno. Em sete passagens da Stock Car pelo local, o pentacampeão foi o mais rápido do classificatório em quatro oportunidades e não vê ninguém próximo o suficiente no quesito para rouba-lhe a hegemonia.

O piloto da Red Bull foi pole no Velopark em 2011 (nas duas provas), 2012 e 2013. Nas outras oportunidades, Valdeno Brito (2010), Júlio Campos (2014) e Marcos Gomes (2015) conquistaram a honra de largar em primeiro.