O “arraiá dos pontos” de Lucas Foresti

Piloto de Brasília, dono do arraiá mais famoso da categoria, leva 15 pontos importantes para casa após um início de ano bem difícil

O domingo começou e terminou com alto astral para Lucas Foresti. Pela manhã, durante a visitação do público, o arraiá com algodão doce, pipoca, pé-de-moleque e paçoca rendeu até um dentinho pintado e um traje bem caipira para o piloto da CVC Full Time ProGP. A festa foi tão divertida que até outros pilotos tiraram um tempo para tirar uma foto com Lucas, como Raphael Abbate, Diego Nunes, Bia Figueiredo e Felipe Lapenna.

"A gente tem que aprender a se divertir e rir de nós mesmos. A maioria disse que não teria coragem de pintar o dente, mas eu corri até de bigodinho pintado na cara", brinca Lucas. Na pista, um nono lugar e uma posição na primeira fila da segunda prova resultaram em 15 pontos considerados importantes para o brasiliense.

"Como tínhamos uma boa posição de largada, privilegiamos a primeira prova. Porém, nosso carro estava muito dianteiro e não evoluímos como imaginamos. Mesmo assim, a nona posição foi ótima pois representou 15 pontos e, depois do começo de ano difícil que tivemos, precisamos marcar o máximo de pontos possíveis", analisa Lucas.