Maior duração das corridas da Stock Car em 2015 cria espécie de "rodada tripla" em Ribeirão Preto

Depois das rodadas duplas em 2014, Stock terá 16 minutos a mais de corrida no formato que faz sua estreia neste domingo em Ribeirão Preto; para Rodolpho Mattheis, chefe da equipe Shell Racing, é "como se houvesse uma terceira prova"

A segunda etapa da Stock Car 2015 será disputada neste final de semana no circuito de rua de Ribeirão Preto, interior paulista. A grande novidade para a prova é a volta da rodada dupla, que para esta temporada foi ampliada: serão duas baterias, uma de 48 minutos mais uma volta e outra com 28 minutos mais uma volta.

Ao todo, o crescimento de 16 minutos em relação ao formato do ano passado faz com que as equipes estejam trabalhando com um planejamento de corrida totalmente novo. "É quase uma rodada tripla, pensando que 16 minutos a mais é praticamente a duração da prova menor em 2014", diz Rodolpho Mattheis, chefe da equipe Shell Racing.

A etapa de Ribeirão Preto nunca foi disputada neste formato, já que em 2014 ela ficou fora do calendário. Na última vez em que aconteceu a prova, Valdeno Brito foi um dos destaques: o paraibano largou do 7° lugar e garantiu um lugar no pódio com a equipe Shell Racing.

"A última vez que estive em Ribeirão eu tive um bom resultado, com um carro rápido no final de semana todo e terminando com um pódio, com o terceiro lugar. A expectativa para esse ano é lutar por dois pódios, sabendo que a gente esteve rápido na pré-temporada e também em Goiânia. Como não haverá parada para reabastecimento e troca de pneus, é preciso largar bem na primeira corrida e ficar sempre entre os primeiros desde os treinos livres", analisa o piloto do carro 77.

Ricardo Zonta, piloto que estreou na equipe Shell Racing na etapa passada, destaca que a pista de Ribeirão Preto é bastante travada e o calor é uma das principais dificuldades. "Esta é uma corrida muito exigente para pilotos e também para o equipamento, que sofre com forte desgaste de freios e também com a alta temperatura do motor", diz o ex-piloto de F-1.

Além da volta da rodada dupla, uma novidade em Ribeirão Preto é que as corridas não terão janela obrigatória de troca de pneus e reabastecimento, que será feito no próprio grid da segunda corrida, a exemplo do que ocorreu na rodada dupla de Salvador, no ano passado, a primeira disputada em circuito de rua neste formato.

"Sem dúvida a responsabilidade dos pilotos será ainda maior nesta etapa, já que não será possível recuperar terreno perdido com estratégia. Será tudo decidido na pista. Ao mesmo tempo, temos que trabalhar ainda mais focados em ter um carro rápido na classificação mas que também aguente fazer 80 minutos de corrida, somando as duas baterias, sem ter muito desgaste de freios, motor e pneu. Será uma das etapas mais interessantes da temporada justamente por este formato diferente", diz Mattheis.

Os treinos para a segunda etapa da Stock Car começam nesta sexta-feira em Ribeirão Preto. A primeira corrida terá largada no domingo, às 11h, e a segunda, às 12h30, ambas com transmissão ao vivo do Sportv.