Lapenna "salva" fim de semana da Hot Car

Pilotos da Hot Car enfrentam problemas na pista goiana. Abbate abandonou com problemas

O enredo da terceira etapa da temporada 2016 da Stock Car, realizada no último domingo (dia 22), no autódromo internacional Ayrton Senna, em Goiânia (GO), poderia ter um final bem melhor para a equipe Hot Car Competições (Bardahl), comandada por Amadeu Rodrigues. Mas alguns problemas impediram os resultados esperados para Felipe Lapenna e Raphael Abbate.

Na corrida 1, que teve a duração de 30 voltas, Lapenna enfrentou problemas logo no início, fez seu pit stop e parou nos boxes para reparos. Enquanto isso, Abbate - que já estava entre os 10 primeiros - se mantinha forte na pista até ter uma quebra na bomba de óleo. O atual campeão Marcos Gomes foi o vencedor da corrida principal e, com o resultado, assumiu a liderança de 2016 com 59 pontos.

Com a quebra, Abbate nem pôde alinhar seu carro no grid para a segunda bateria. Lapenna largou da 24ª posição e foi pra cima, chegando em 13º e marcando dois pontos. O vencedor da bateria foi o paulista Galid Osman.

D acordo com Lapenna, apesar dos pontos, o resultado poderia ter sido bem melhor na prova final. "Na primeira corrida, um carro escapou na terra e a sujeira acabou entrando no filtro do meu carro. Com isso, ele não andava de reta e então a gente decidiu abandonar a primeira corrida para tentar buscar um resultado melhor na prova seguinte", contou o piloto do Stock #110.

"Na segunda corrida, eu fiz uma largada muito boa, ultrapassei vários carros, mas logo na sequência o carro ‘apagou’, não descobrimos ainda o que aconteceu. Parei na grama, tentei ligar e ele foi embora. Estava muito rápido depois disso, com um ritmo bem legal. No final, acabamos chegando em 13º, mas daria para ter brigado entre os cinco primeiros com certeza", finalizou Lapenna.

Já Abbate lamentou não terminar entre os Top-10 na primeira prova e ter a chance de largar na pole na segunda corrida.

"Fiz uma largada boa, ganhei posições e, durante a corrida também consegui passar alguns carros. Vinha bem, a estratégia se mostrou boa, já estava entre os 10 primeiros, o que daria a oportunidade de largar na pole na segunda corrida e marcar muitos pontos. Mas infelizmente quebrou a bomba de óleo, o que é uma pena, mas faz parte de corrida. Agora vamos trabalhar forte para conseguir bons resultados em Santa Cruz", completou o paulista do Stock #26.