Hot Car mantém foco na classificação

Equipe espera estar com os dois carros entre os 15 primeiros do grid

Pelo quinto ano consecutivo o autódromo do Velopark, em Nova Santa Rita (RS) vai receber uma disputa da Stock Car. Esta será a primeira vez que a principal categoria do automobilismo nacional vai realizar uma prova com rodada dupla no circuito gaúcho, o mais curto do calendário. Serão duas corridas válidas pela oitava etapa da temporada 2014. Na equipe Hot Car Competições (Bardahl) o foco será na classificação, com o objetivo de colocar os dois carros no top-15. No domingo (14), as duas corridas serão exibidas ao vivo pelo SporTV, mas já no sábado (13) os fãs poderão acompanhar em tempo real as emoções da tomada de tempos, também pelo canal a cabo.

Com carros equilibrados e consistentes durante as corridas, a equipe Hot Car, comandada por Amadeu Rodrigues, luta para encontrar o melhor acerto para os bólidos #2, de Rafa Matos, e #110, de Felipe Lapenna, na tomada de tempos. O time acredita que, largando mais à frente, terá melhores condições de brigar pelos importantes pontos do campeonato, durante as duas corridas do fim de semana. E, depois do dilúvio em Curitiba, Rodrigues considerou positivo o fato de seus carros terminarem intactos e destacou que nos 2.278 metros do Velopark o trabalho será focado na classificação.

"A chuva em Curitiba acabou atrapalhando bastante e foi difícil lutar por um resultado melhor. Mesmo assim, o Rafa ainda conseguiu marcar alguns pontinhos. Vamos para o Velopark focados em ter dois carros bons para a classificação e tenho certeza que a performance durante as provas será boa, pois nosso carro é sempre muito consistente e competitivo durante as corridas. Como sempre, fizemos uma revisão completa após a última etapa, felizmente os pilotos não sofreram batidas e vamos pra próxima animados. Esperamos que seja um novo recomeço para voltarmos ao pódio, como aconteceu em Brasília", comenta Rodrigues.

Seus pilotos dividem da mesma opinião. E ressaltam a importância de largar o mais à frente possível. Rafa Matos também comenta sobre os desafios do curto circuito do Velopark.

"Espero que novamente a gente se concentre, como um grupo, para a classificação. Não tivemos um fim de semana bom em Curitiba, mas a equipe conseguiu controlar bem as adversidades e mostrou que estamos no caminho certo. E, tomara que possamos melhorar a performance do carro na classificação. O Velopark é uma pista difícil e curta, que deve nivelar todo mundo na classificação e isso vai exigir ainda mais atenção. É um traçado difícil de ganhar posições, justamente por não ter muitas opções de ultrapassagem. Precisamos prestar a atenção aos detalhes", diz o mineiro Rafa Matos, de Belo Horizonte.

Para o paulista Felipe Lapenna, assim como disseram o chefe da equipe e o companheiro, o objetivo é trabalhar para colocar os dois carros pelo menos no top-15.

"Estamos tendo alguns problemas na classificação e não conseguimos largar mais à frente. Mas temos um carro bom para as corridas. Então, nosso objetivo é primeiramente acertar bem o carro para a tomada de tempos, para estarmos entre os 15 primeiros do grid. O Velopark é uma pista que exige muito dos freios e da retomada do motor. Nosso carro está bem equilibrado. Acredito que largando mais à frente, teremos boas chances de pontuar bem nas duas corridas", considera o dono do Stock #110.

A programação começa nesta sexta-feira (12) com a realização dos treinos livres. No sábado mais uma sessão de ensaio está prevista, ficando para as 14h a sessão de classificação que define o grid da corrida 1. No domingo, acontecem as duas corridas, a partir das 11h, e ambas terão transmissão ao vivo no SporTV. Vale lembrar que o grid da segunda bateria é definido pela ordem de chegada da primeira, com os dez primeiros invertendo suas posições.