Hot Car aposta em dupla jovem para manter ascensão

Time de Amadeu Rodrigues conquistou sua primeira vitória na categoria e com mais dois pódios, busca em Raphael Abbate e Fábio Fogaça continuar a curva de evolução

A temporada de 2014 vai ser inesquecível para a equipe Hot Car Competições. Comandada pelo engenheiro e ex-piloto Amadeu Rodrigues, o time venceu sua primeira prova na Stock Car com o piloto Rafa Matos em Santa Cruz do Sul (RS). Também subiu mais duas vezes ao pódio com Matos (dois segundos lugares – Salvador e Brasília). Os bons resultados de Felipe Lapenna também ajudaram o time a alcançar o nono lugar no campeonato de equipes, com o total de 201 pontos.

Na categoria desde 2001, a Hot Car terá em 2015 uma nova dupla: os paulistas Raphael Abbate e Fábio Fogaça, ambos com 23 anos. Abbate, atual vice-campeão do Brasileiro de Turismo, fará sua estreia na principal categoria nacional. Fogaça parte para a sua terceira temporada na Stock Car.

"Teremos dois pilotos jovens, mas muito talentosos e estou muito animado para esta nova temporada. Vamos fazer um trabalho forte desde o início para que possamos continuar colhendo os bons resultados que obtivemos em 2014", declarou Amadeu Rodrigues.

Fogaça tem apenas 23 anos, mas já acumula alguma experiência na categoria. "A expectativa é muito boa. Tenho tudo para pensar em disputar pódios e, com este regulamento novo, brigar por vitórias. A equipe já provou na temporada passada que tem um carro muito bem acertado, então tenho consciência de que com um carro bom, eu posso disputar de igual pra igual com os outros pilotos que estão na Stock. Vou com este pensamento, de brigar por vitórias e marcar bons pontos para a Hot Car na temporada. O ano que o Amadeu teve na Stock em 2014, com dois carros competitivos, deixa qualquer piloto que está chegando motivado", comentou Fogaça.

Abbate estreia cheio de planos na principal categoria do automobilismo brasileiro. "Estou muito feliz em poder estrear na Stock Car pela consagrada equipe Hot Car. Quero fazer uma temporada bem consistente, aprender bastante, pois apesar do carro do Turismo ser bem parecido com o da Stock em seu conceito, é outro chassi, outro câmbio, outro motor, além de outras variáveis que existem na Stock como os pit stops e o uso do push-to-pass (botão de ultrapassagem)”, completou.