Guga Lima mira reforçar evolução na Stock Car

Brasiliense se sente "em casa" no circuito goiano, e quer aproveitar treino extra na etapa para conseguir boa posição de largada e garantir resultado positivo na 3ª etapa da temporada

Uma das pistas preferidas de Guga Lima, Goiânia será o palco da terceira etapa da Stock Car 2016, que acontece neste fim de semana (20 a 22 de maio), no Autódromo Ayrton Senna. Com a pista de Brasília fora do calendário - aguardando confirmação para a etapa em outubro -, o brasiliense segue animado para a corrida "em casa" no circuito goiano, onde recebe a torcida de amigos e familiares. Fazendo um bom trabalho com a equipe TMG Racing, Guga contará com um benefício na programação: a partir dessa etapa, pilotos que estão fora do top-15 na classificação geral poderão participar de um "treino de desenvolvimento", para que tenham mais tempo de pista, visando assim um equilíbrio ainda maior na categoria.

Mais jovem piloto do grid, Guga vê com bons olhos a atividade extra, que nessa etapa terá 1 hora de duração. Assim, o objetivo é chegar ainda mais preparado na classificação, onde cada piloto tem direito a apenas três voltas para marcar seu tempo, e buscar uma boa posição de largada para completar as duas provas da rodada na zona de pontuação. Lima bateu na trave dessa meta nas duas primeiras etapas, quando sofreu com problemas mecânicos, mas acredita que em Goiânia conseguirá traduzir em pontos a evolução que vem apresentando nos treinos.

“Goiânia é quase uma corrida em casa para mim, já que fica próximo de Brasília e recebo vários amigos e familiares, então é um ânimo a mais. Gosto bastante do estilo da pista, com a reta bem longa, o traçado é largo, o que possibilita ultrapassagens, além das diversas curvas e subidas e descidas, que deixam a pista bem legal. Teremos mais possibilidades de estratégias a partir dessa corrida, que vão apimentar as disputas por vitórias e por cada posição, e acredito que vamos conseguir um bom resultado e sair com importantes pontos na bagagem", lembrou o brasiliense.

Apesar de ter ficado fechada por um bom tempo, e ter sido reinaugurada em 2014, a pista de Goiânia chega nesse fim de semana a uma importante marca, como circuito que mais recebeu provas da Stock Car na história da categoria, com 42 provas, empatado com Jacarepaguá, no Rio de Janeiro. O traçado é bem técnico, com curvas variadas, subidas e descidas, e uma das maiores retas do calendário, além de ser uma pista larga, o que proporciona corridas bem movimentadas e belas ultrapassagens.

"O trabalho com a equipe tem sido muito bom. Tivemos um pouco de azar nas corridas, com um problema no motor, mas nossa evolução é nítida, o carro tem estado bem competitivo durante as etapas. A equipe e eu estamos nos dedicando bastante, e sei que só temos a crescer e os resultados vão aparecer em breve. O treino extra será uma boa oportunidade para testarmos mais coisas, buscarmos diferentes acertos para o carro, e quanto mais tempo de pista tivermos, melhor será para o nosso desenvolvimento”, concluiu.

Após duas etapas, o líder da Stock Car é Daniel Serra, da Red Bull, seguido por Cacá Bueno e Felipe Fraga. Diego Nunes é o 4º e o atual campeão Marcos Gomes fecha o top-5.

A programação em Goiânia começa na sexta-feira, com o shakedown, o treino de desenvolvimento e o 1º treino livre oficial. No sábado, os pilotos participam de mais uma sessão de treinos livres antes da classificação, que tem início às 12h, com transmissão ao vivo do Sportv. Já no domingo, as duas provas também terão transmissão ao vivo do Sportv, e começam a partir das 13h, com a corrida 1 mais longa (45 minutos mais uma volta), e a corrida 2 um pouco mais curta (30 minutos mais uma volta).