Gaúcho animado

Vitor Genz fez boa temporada em 2015. Agora, de equipe nova, ele espera quebrar um tabu: ser o primeiro piloto nascido no Rio Grande do Sul a vencer na Stock Car

Vitor Genz é um piloto calmo, que toma um passo de cada vez. Campeão do Mini Challenge, ele foi fazendo a ‘escada’ rumo à Stock Car: passou pela Copa Vicar e pela Copa Montana até estrear na principal categoria do automobilismo brasileiro. E foi muito bem em 2015 correndo pela equipe Boettger Competições: 15º colocado, com 124 pontos.

Em 2016, ele espera mais. Contratado pela Schin Racing Team, equipe chefiada pelo experiente Carlos Alves, o gaúcho formará dupla com o argentino Nestor ‘Bebu’ Girolami, vencedor da Corrida de Duplas em Goiânia ao lado de Ricardo Maurício.

A troca de time, segundo Genz, é um avanço na carreira. E isso se reflete em suas perspectivas. “A equipe me procurou em virtude do meu ano na Stock Car e propôs um acordo muito bom. Tem o patrocínio de uma marca muito grande e também fez uma temporada consistente, e já tem a experiência das vitórias”, disse.

“Para 2016 estão reformulando bastante coisa, com novos engenheiros e uma nova dupla de pilotos. Então, estou bastante otimista”, afirmou Vitor, que mostrou sua força na etapa de Cascavel (PR), quando liderou boa parte da corrida mesmo com problemas e ainda terminou em quarto. Na mesma etapa, o competidor ganrantiu o Troféu Mobil de Melhor Ultrapassagem.