Fogaça e Abbate vivem boa expectativa para a rodada dupla em Ribeirão Preto

A jovem dupla da equipe Hot Car mostra otimismo para a segunda etapa da temporada 2015 nas ruas da cidade do interior paulista

Corrida em circuito de rua tem sempre uma emoção diferente e um desafio ainda maior. E é com otimismo e boa expectativa que os jovens pilotos Fábio Fogaça e Raphael Abbate, da equipe Hot Car Competições, esperam pela segunda etapa da temporada 2015 da Stock Car no traçado de rua de 2.298 metros de Ribeirão Preto, em São Paulo. A etapa deste domingo (5) será em rodada dupla, com a primeira prova mais longa (48 minutos e mais uma volta) e a segunda menor (28 minutos e mais uma volta). O SporTV transmitirá as duas disputas ao vivo a partir das 11 horas.

Será a primeira rodada neste formato em 2015, já que a etapa de abertura, há duas semanas em Goiânia, teve a disputa de uma prova única e os pilotos dividiram seus carros com convidados. "Minha expectativa é poder largar entre os 15 primeiros na primeira prova e assim tentar chegar entre os 10 para buscar um resultado melhor na segunda corrida. É muito o importante estar 100% concentrado nesta primeira prova", explica Fogaça, lembrando que para a corrida final os 10 primeiros colocados têm suas posições invertidas no grid de largada.

"No ano passado, no circuito de rua de Salvador, consegui um dos meus melhores resultados da temporada, então estou bastante animado para esta prova", completa o piloto de Sorocaba, que pilota o Stock Chevrolet #72.

O estreante Abbate também demonstra otimismo. "É uma etapa difícil, mas a expectativa é boa. Sempre andei bem em circuitos de rua, inclusive em Ribeirão na minha estreia na Mini Challenge eu fui para o pódio em segundo, quando a corrida acontecia em outro ponto da cidade. Nas outras categorias também sempre andei bem na rua. Fui segundo numa prova da Fórmula 3 nas ruas de Piriápolis, no Uruguai, e também andei bem em St. Petersburg, nos Estados Unidos, na época da Fórmula 2000", contou o piloto de 23 anos.

"Minha estratégia para Ribeirão é forçar o máximo possível na classificação para tentar superar a dificuldade de ultrapassagem durante a corrida. Também acho que vai ser preciso tomar cuidado com os freios, pois será quase 1h30 de corridas no total e pode haver superaquecimento", destacou o paulista do Stock Chevrolet #26.

As atividades em Ribeirão Preto terão início na sexta-feira (3), com um shakedown de 15 minutos. No sábado (4), acontecem os treinos livres e a definição do grid e, no domingo, as duas provas da segunda etapa.