Final de semana vitorioso para a Eisenbahn Racing Team

?Locomotiva Negra? somou 19 pontos com o 5º lugar de Vitor Genz na primeira prova e 5 pontos com a 10ª posição do aniversariante Bebu Girolami

O dia do aniversário do piloto Bebu Girolami foi muito positivo para equipe Eisenbahn Racing Team, que conquistou a quinta posição com Vitor Genz, melhor resultado da equipe em um ano e meio, e a 10ª do argentino. No total, o time comandado pelo ex-piloto Carlos Alves somou 24 pontos, resultado que deixa a equipe na 12ª e 25ª posições do campeonato.

“Estou muito contente com o resultado aqui em Goiânia. Estamos evoluindo aos poucos, mas o carro já se mostra tão rápido quanto o dos líderes do campeonato. Fazia mais de um ano que não conquistávamos uma quinta posição, esse feito nos dá muito animo para sequência do campeonato”, destaca Carlão.

A primeira prova teve uma largada tumultuada, que resultou em um choque entre Bebu e o piloto do carro #83, Gabriel Casagrande. O incidente fez com que o argentino tivesse que parar nos boxes, abandonando a disputa da primeira corrida. Enquanto isso, Vitor Genz fez uma excelente largada, pulando para a nona colocação. Sem parar para fazer o pit stop, o gaúcho chegou na quinta colocação ficando atrás apenas dos pilotos Max Wilson, Valdeno Brito, Ricardo Mauricio e Marcos Gomes, que venceu a prova e alcançou a liderança do campeonato. Ao final, Genz somou 19 pontos.

“Nosso carro estava muito competitivo, estamos evoluindo bastante, mas ainda temos margem para melhorar. Isso nos deixa muito animados para sequência da temporada, principalmente agora que teremos corridas em pistas que conheço bem no Rio Grande do Sul”, destacou Genz.

Antes da bandeirada, o argentino Nestor Girolami voltou para pista. Com isso, largou na 25ª posição apostando em uma corrida de recuperação. A aposta deu resultado e o argentino completou a prova na 10ª colocação, somando 05 pontos. Vitor, que saiu na quinta, logo precisou parar nos boxes, voltando para a pista nas últimas colocações, usando a prova para mostrar que a locomotiva negra está muito competitiva, o dono do carro #46 fechou a corrida na 20 posição.

“Tive um acidente que interferiu diretamente no nosso resultado. Como já estávamos nas últimas colocações, utilizamos a segunda prova para testar um ajuste diferente no carro, que se mostrou acertado. No fim, a décima colocação foi muito bem-vinda e positiva para o time. Agora vamos nos concentrar para crescer ainda mais na próxima etapa em Santa. Cruz do Sul”, finalizou o argentino.