Eurofarma-RC campeã

Melhor média do circuito

Com cinco pódios em cinco etapas já realizadas pela Stock Car no autódromo do Velopark, em Nova Santa Rita, a pentacampeã Eurofarma-RC é a equipe com a melhor média do circuito. Em 2010, ano de inauguração do novo empreendimento do automobilismo brasileiro, Ricardo Maurício foi o grande vencedor e cravou seu nome pela primeira vez na história do Velopark. No ano seguinte ele voltou ao pódio como terceiro colocado e repetiu o feito conquistando a vice-liderança nos anos de 2012 e 2013. "Realmente tenho um bom desempenho naquele circuito, algo que tem a ver com meu estilo de pilotagem e o traçado do lugar. Espero poder manter esse histórico nesta etapa para poder chegar mais perto da liderança", comenta o atual campeão. Max Wilson completou a galeria de vitórias ao conquistar o terceiro lugar em 2012 e fazer dobradinha com o companheiro de equipe. "Embora, historicamente, tenhamos bons resultados pela equipe, temos que ficar atentos porque as curvas são estreitas e sempre há uma grande probabilidade de acidentes. Vamos ver o que faremos para o fim de semana", comenta Max.

O traçado de 2086 metros tem um estilo de construção parecido com o modelo norte-americano. O pit fica afastado da garagem e todo o material tem que ser levado pela equipe em um local previamente demarcado com um muro e faixa de rolamento de concreto. "Todo o material para abastecimento e troca de pneus é montado neste espaço e a locomoção até a garagem é distante", explica Rosinei Campos.

O circuito do Velopark integra o novo formato criado pela organização que prevê duas corridas por domingo em nove das doze etapas do calendário. Assim, caso o carro necessite de um reparo mais sério terá que ser recolhido à garagem, o que deve levar mais tempo e dificultar o trabalho das escuderias. Dentre as preocupações da Eurofarma-RC estão o Power-shift, também conhecido como câmbio borboleta, que vem apresentando alguns problemas nas últimas etapas, além dos freios e pneus, altamente exigidos nessa pista. "O traçado é curto e as curvas são estreitas e desafiadoras", explica Ricardo Maurício.