Enfim, uma classificação tranquila

A apenas quatro décimos do pole Galid Osman, Schin Racing Team terá Rafa Matos na 11ª posição e Felipe Lappena na 15ª


Parece ter chegado ao fim a maré de má sorte de uma das principais equipes do Circuito Schin Stock Car. Após enfrentar classificações difíceis nas primeiras três provas do ano, a Schin Racing Team conseguiu encaixar a sua melhor classificação no ano e terá seus dois pilotos no top 15 do grid de largada da etapa de Curitiba, que acontece neste domingo a partir das 12h00 no Autódromo Internacional da cidade.

O piloto Rafa Matos foi um dos primeiros a ir para pista junto com o segundo grupo e logo mostrou a que veio, registrando uma excelente primeira e terceira parciais. O mineiro só não ficou ainda mais à frente porque acabou perdendo cerca de dois décimos na segunda parcial, fechando sua volta rápida com o tempo de 1m18s637, que colocou o carro de número 2 na boa 11ª colocação. Para a corrida a expectativa de Matos é muito otimista “Podíamos ter largado um pouco mais na frente, porém infelizmente perdemos alguns décimos importantes na segunda parcial da volta rápida. De qualquer forma, o carro está excelente e estou muito confiante. Se nada de anormal acontecer, tenho certeza que brigaremos pelo pódio em uma das duas corridas”, confia.

O outro piloto da Schin Racing Team, Felipe Lappena, também tem motivos para respirar um pouco mais aliviado com a oitava fila e a 15ª posição. O dono do carro número 110 cravou o tempo de 1m18s727, conquistando sua melhor colocação no grid em 2015. Para a corrida, aposta em uma primeira prova de recuperação para chegar entre os 10 primeiros e brigar pela vitória na segunda corrida. “Fizemos uma boa classificação e temos um carro muito rápido. Agora vamos nos concentrar em chegar entre os dez na primeira corrida para podermos lutar pelas primeiras posições na segunda corrida.”, destacou o paulistano.