Despedida do Sul em meio a equilíbrio raro

Campos e Pizzonia na briga pelo título

A Stock Car fecha neste domingo no Autódromo de Tarumã a minitemporada gaúcha, aberta no Velopark e que prosseguiu em Santa Cruz do Sul. As provas pelos circuitos gaúchos - 8ª e 9ª etapas - ampliaram o inédito equilíbrio registrado pela principal série do automobilismo brasileiro, em grande parte devido ao sistema de rodadas duplas implantado neste ano. O líder Átila Abreu tem a escassa vantagem de meio ponto sobre o vice Rubens Barrichello, mas até mesmo o 12º colocado, Allam Khodair, tem chances matemáticas de sair do fim de semana na ponta da tabela.

A etapa mais recente serviu para reconduzir Júlio Campos e Antonio Pizzonia e a Prati-Mico’s Racing à disputa dos títulos de pilotos e equipes. Campos subiu para a quinta posição e seu companheiro passou para 8º, enquanto a Prati-Mico’s Racing está atrás apenas da Full Time e da Red Bull. É a melhor campanha comandada pelo uruguaio Juan Carlos "Mico" Lopez, que já venceu uma etapa com Pizzonia e fez duas poles e dois segundos com Campos. Com 156 pontos em jogo até à decisão com pontuação dobrada em Curitiba no final de novembro, o campeonato está distante de uma definição.

Campos esteve próximo de quebrar o tabu e conquistar a vitória em várias ocasiões, mas elas escaparam por um motivo ou outro. A escrita incomoda um pouco, mas não tira o paranaense do foco principal - o primeiro título na Stock Car. "Claro que todo piloto entra na pista pensando na vitória, mas o mais importante é ser campeão. Sei que em algum momento vou ganhar e aceito isso com tranquilidade. Vamos continuar com a mesma meta das etapas anteriores: sair sempre com o maior número de pontos possível de cada rodada dupla", avisa.

Pizzonia aproveitou o hiato de um mês desde a última corrida para manter a forma participando da rodada da AutoGP em Estoril (Portugal) e do Iron Man 70.3 de Miami (EUA). Após enfrentar alguns problemas ao longo do calendário, inclusive sofrendo queimaduras severas no pé direito por causa da elevada temperatura no assoalho do carro, o ex-astro da Fórmula 1 se recuperou com um 8º e um 4º lugares em Santa Cruz do Sul. Soma 117,5 pontos, apenas sete a menos que o companheiro três postos à frente, o que reforça a competitividade da Stock Car em 2014. "Há muito o que acontecer ainda. O principal é se manter sempre nesse grupo da frente, porque a decisão será mesmo em Curitiba", alerta.

Os treinos serão abertos na manhã da sexta-feira, com a realização de uma sessão extra de 20 minutos para cada um dos dois grupos, e prossegue à tarde, com mais 40 minutos de ensaios por carro. De acordo com a previsão da meteorologia, dão grandes as possibilidades de chuva no primeiro dia de atividades e durante todo o domingo, o que poderá aumentar ainda mais a carga de dramaticidade das duas probas num dos traçados mais velozes do Brasil.

A classificação dos 10 primeiros do campeonato:

1 - Átila Abreu, 145,5 pontos
2 - Rubens Barrichello, 140
3 - Thiago Camilo, 136,5
4 - Cacá Bueno, 134
5 - Júlio Campos, 124,5
6 - Sérgio Jimenez, 123
7 - Max Wilson, 119
8 - Antonio Pizzonia, 117,5
9 - Marcos Gomes, 116
10 - Daniel Serra, 115