Daniel Serra vence Corrida do Milhão Pirelli

Daniel Serra, da Eurofarma RC, chegou a perder a liderançca da prova por alguns segundos, mas faturou o prêmio milionário em Curitiba

A Stock Car tem mais um novo nome para o seleto grupo de vencedores da Corrida do Milhão Pirelli, que já conta com Rubens Barrichello, Thiago Camilo, Valdeno Brito, Ricardo Mauricio, Felipe Fraga e Ricardo Zonta. Daniel Serra mostrou na pista do Autódromo Internacional de Curitiba que estava imbatível e venceu a prova milionária, faturando o prêmio de R$ 1 milhão e a liderança do campeonato da temporada 2017, com 142 pontos, abrindo 16 de vantagem sobre Thiago Camilo. Marcos Gomes e Cacá Bueno completaram o pódio.

Antes da largada, o ex-piloto e dono de 12 títulos da Stock Car, Ingo Hoffmann entregou no grid a Rubens Barrichello, Bia Figueiredo, Felipe Fraga, Thiago Camilo, Cacá Bueno e Átila Abreu, os seis pilotos mais votados na eleição do Hero Push, o aviso de que teriam um push extra, além dos oito já concedidos pela organização.

O piloto da Eurofarma RC manteve a liderança na largada, administrando a vantagem que chegou a ser de quase cinco segundos sobre Thiago Camilo, mas após a parada obrigatória para troca de pneus e reabastecimento, Daniel Serra quase perdeu a vitória. Ao voltar para a pista com pneu frios, saiu da pista logo na curva 1, perdendo a vantagem sobre Camilo. Mas o mesmo problema aconteceu com o adversário, que retornou à frente de Serrinha após fazer a parada mais rápida da prova, mas não conseguiu segurar o carro, sendo ultrapassado pelo novo milionário da Stock Car.

“Dinheiro extra entrando na conta é sempre bom, estou cheio de boleto em casa para pagar. A equipe fez um trabalho sensacional, um dos melhores carros que eu já guiei na Stock Car. Dessa vez o Meinha conseguiu se superar, a equipe fez um trabalho fantástico. Sou eu que subo no pódio, mas o trabalho deles é essencial”.

Com a vitória na Corrida do Milhão Pirelli, Daniel Serra assumiu a liderança da competição com 142 pontos, abrindo 16 de vantagem sobre Thiago Camilo, que não pontuou ao abandonar a prova por falta de combustível. “Uma pena o que aconteceu com o Thiago, ainda tem muita coisa para acontecer e tenho certeza que vamos brigar pelo título até o final”.

Daniel Serra vive um momento especial de carreira em 2017. Há duas semanas, o piloto venceu em uma das categorias da 24 Horas de Le Mans e agora triunfou na prova mais esperada da principal categoria do automobilismo brasileiro pela sua nova equipe. “Estou em um momento muito bom. Venci a corria mais importante do automobilismo mundial, agora a da Stock Car e assumi a liderança do campeonato. É um bom momento, mas ainda faltam muitas corridas para o fim do campeonato. Precisamos continuar focados, sem erros”.

A sexta etapa da temporada 2017 da Stock Car será realizada no dia 23 de julho, em Curvelo, no interior de MG. A votação do Hero Push será iniciada no domingo anterior à corrida e somente três pilotos receberão o benefício. Os seis mais votados para a Corrida do milhão não poderão ser selecionados para a próxima prova.


Após a disputa da Corrida do Milhão Pirelli, os comissários desportivos da Confederação Brasileira de Automobilismo aplicaram punições a três pilotos da Stock Car. Gabriel Casagrande, Rafael Suzuki e Antonio Pizzonia foram penalizados por atitude antidesportiva.

Confira o resultado final da Corrida do Milhão Pirelli:

1. 29 Daniel Serra (Eurofarma RC ) – 29 voltas em 42min02s032
2. 80 Marcos Gomes (Cimed Racing) - a 2s696
3. 0 Cacá Bueno (Cimed Racing) - a 16s086
4. 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) - a 18s576
5. 4 Julio Campos (Prati-Donaduzzi Racing) - a 23s144
6. 65 Max Wilson (RCM Motorsport) - a 23s545
7. 30 Cesar Ramos (Blau Motorsport) - a 34s041
8. 46 Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team)- a 36s378
9. 83 Gabriel Casagrande (Vogel Motorsport) - a 37s981*
10. 117 Guilherme Salas (Vogel Motorsport) - a 39s778
11. 44 Betinho Valério (Hero Motorsport) - a 40s425
12. 77 Valdeno Brito (Eisenbahn Racing Team) - a 43s616
13. 31 Marcio Campos (Blau Motorsport) - a 44s106
14. 70 Diego Nunes (Hero Motorsport) - a 50s729
15. 188 Beto Monteiro (Mico’s Racing) - a 52s438
16. 3 Bia Figueiredo (Full Time Academy ) - a 1min13s217
17. 90 Ricardo Mauricio (Eurofarma RC) - a 1 volta
18. 18 Allam Khodair (Full Time Sports) - a 1 volta
19. 40 Felipe Fraga (Cimed Racing Team) - a 1 volta
20. 51 Átila Abreu (Shell Racing) - a 1 volta
21. 28 Galid Osman (Ipiranga Racing) - a 1 volta
22. 10 Ricardo Zonta (Shell Racing) - a 1 volta
23. 21 Thiago Camilo (Ipiranga Racing) - a 2 voltas
24. 9 Guga Lima (Bardahl Hot Car) - a 2 voltas
25. 8 Rafael Suzuki (Cavaleiro Sports) - a 2 voltas*
26. 12 Lucas Foresti (Full Time Academy) - a 3 voltas

    Não completaram 75% da prova:

    27. 110 Felipe Lapenna (Cavaleiro Sports)
    28. 25 Tuka Rocha (RCM Motorsport)
    29. 73 Sergio Jimenez (Bardahl Hot Car)
    30. 5 Denis Navarro (Cimed Racing Team)

    Desclassificado:

    31. 1 Antonio Pizzonia (Prati-Donaduzzi Racing) **

    * Punidos com o acréscimo de 20 segundos ao tempo final de prova por atitude antidesportiva
    ** Desclassificado por atitude antidesportiva