Curitiba: Jimenez conquista mais um Top-10; Xandinho pontua em seu retorno

Equipe Cavaleiro Sports segue marcando pontos na temporada após nona etapa em Curitiba

Os resultados poderiam ter sido ainda melhores, mas diante das circunstâncias os pilotos da equipe Cavaleiro Sports, Sérgio Jimenez e Xandinho Negrão, deixaram o autódromo internacional de Curitiba, em Pinhais (PR), conscientes de que fizeram o possível para marcar bons pontos na nona etapa da Stock Car.

Nas duas corridas do último dia 16, Negrão foi o 12º colocado na primeira prova e conquistou 12 pontos no seu retorno à principal categoria do automobilismo nacional (não completou a segunda). Já Jimenez foi obrigado a abandonar a primeira prova, após uma batida, mas foi em busca da recuperação na segunda bateria e conquistou mais um Top-10, terminando em sétimo.

Felipe Fraga largou da pole e venceu com tranquilidade a primeira corrida, ampliando sua vantagem na liderança. Thiago Camilo ficou com a vitória na prova seguinte. Goiânia (GO) será a sede da 10ª etapa do ano no dia 6 de novembro.

Apesar de chegar ao seu sexto Top-10 na temporada, Jimenez não teve vida fácil em Curitiba. "Na primeira corrida, eu larguei bem, ganhei algumas posições e por uma falta de sorte alguém acertou o Max (Wilson), ele imbicou para fora da pista no Bico de Pato e eu estava ali. Me atingiu com tudo, uma porrada seca. Quebrou o spliter e ficou a carenagem pegando no pneu. Eu ainda continuei para ver se soltava, mas como era o spliter não teve jeito. Tive que abandonar logo na largada", contou Jimenez.

"Arrumamos o carro, amarramos com arame e conseguimos sair para a última volta e largar na segunda corrida", continuou o piloto de Piedade, no interior de São Paulo.

"Larguei bem também, vinha bem, num ritmo bom e comecei a tomar porrada de tudo que é lado. Tomei de atrás, na frente, me rodaram e deu sétimo no final. Poderia ter brigado pelo pódio. Eu estava na frente do Thiago (Camilo), brigando com ele e ele ganhou a corrida. Ele estava mais rápido, mas poderia ter acompanhado, brigando pelo pódio", acredita.

"Foi um fim de semana difícil para nós. Fizemos alguns pontos para a equipe, mas para mim foi um fim de semana que as coisas não se encaixaram. Faz parte, não é todo dia que a gente consegue acertar e vamos para a frente", concluiu o piloto do Stock #73.

Já Xandinho conseguiu um bom resultado na primeira prova. Foi o 12º depois de largar dos boxes. "As provas foram boas. Tentamos a estratégia contando com um safety car e largamos do box para tentar ir para a segunda prova. Acabou que o safety car não veio, então mudamos a estratégia para a primeira prova, contando que ainda pudesse dar um safety na segunda", explicou o piloto de Campinas (SP).

"Fomos até o limite, chegamos em 12º e na segunda corrida demos umas 14 ou 15 voltas, o carro começou a falhar e tivemos que parar. Como estava atrás, resolvemos economizar pneu para as próximas etapas. Mas foi positivo, na corrida eu consegui melhorar meu ritmo no carro e voltar a ter ritmo de corrida. A gente perde muito isso quando fica muito tempo fora", completou o piloto que fez sua última temporada completa na categoria há quatro anos.