Corrida de Girolami dura duas curvas

Acertado na curva 2 do circuito de Santa Cruz do Sul, argentino nada pôde fazer ? sequer conseguiu voltar para disputar a segunda prova

Nestor Girolami foi uma das vítimas do caos da segunda curva da primeira prova durante a disputa da quarta etapa da Stock Car em Santa Cruz do Sul (RS) no último domingo (5). O argentino da Eisenbahn Racing Team foi atingido, bateu e não conseguiu sequer voltar para disputar a segunda prova do dia.

“Fiquei com uma grande sensação de impotência diante do que aconteceu. Largamos muito bem, estávamos bem posicionados depois da primeira curva e na entrada do S o Felipe Guimarães acertou o meu carro (tocado também por outro competidor). A batida tirou o volante das minhas mãos e acertei a barreira de pneus”, lamentou Bebu.

“Eu não podia acreditar. Só consegui completar duas corridas no ano, e em ambas foi largando da última posição. Agora temos Tarumã pela frente, e vamos seguir trabalhando 100% em cada detalhe. O que aconteceu estava fora do nosso alcance, são coisas que acontecem nas corridas”, resignou-se.

Companheiro de Girolami no Eisenbahn Racing Team, Vitor Genz teve melhor sorte: foi oitavo na primeira prova e completou a segunda na 18ª posição. O gaúcho, assim, mantém o 12º lugar na tabela com 48 pontos, enquanto Bebu, que só pontuou em Goiânia, soma cinco no 28º lugar.