Constantino Jr. substitui Lucas Foresti na etapa de Interlagos

Piloto da AMG não consegue reverter afastamento preventivo e será representado pelo tio na decisão da temporada 2015

Constantino Jr. será a novidade da etapa final do Circuito Schin Stock Car, que acontece neste fim de semana em Interlagos (SP). O bicampeão do Porsche GT3 Cup competirá na decisão da temporada 2015 pela equipe AMG, substituíndo o sobrinho Lucas Foresti, afastado preventivamente das pistas em 30 dias por decisão do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) da CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo).

Esta não será a primeira vez que Constantino Jr. participa da categoria, tendo competido na maior parte da temporada 2010 pela equipe Amir Nasr. Nesta etapa, ele contará com o suporte integral do sobrinho, que tentou até o último momento reverter a decisão.

"Não gostaria de retornar nesta situação, mas pretendo representar à altura meu sobrinho, que fez uma temporada irrepreensível dentro das pistas e vai me ajudar como assistente nesta etapa. O campeonato é muito bem organizado, a equipe AMG é muito competente, com ótimos profissionais, e espero fazer um bom trabalho em nome do Lucas", comenta Constantino.

A Lucas, resta torcer pelo tio. "Ele foi minha grande inspiração na carreira, meus primeiros passos nas pistas foram com um kart dele e me sinto muito honrado em tê-lo me representando nas pistas", completa.

Além de representar Lucas, Constantino Jr. também fará a estreia do novo patrocinador do sobrinho, a Harry's Brinquedos, empresa do grupo HLV. "O departamento de marketing da Harry's Brinquedos estava procurando patrocinar um atleta jovem, com carisma e com uma imagem familiar, com um trabalho social consistente e que tivesse uma boa e crescente exposiçao na midia esportiva na área que é uma das paixões dos brasileiros: corrida de carros. E acreditamos muito no Lucas", comenta o presidente da Harry's Brinquedos, Lucio Vidal.

Foresti também divulgou nota oficial para falar sobre o fato de seu exame anti doping ter dado positivo, ainda na etapa de Curitiba, no mês de outubro. Flagrado com uma substância proibida em seu organismo, o brasiliense imediatamente iniciou uma investigação para demonstrar e comprovar sua inocência. Diz Lucas que foram descobertos indícios de medicação adulterada. Com a equipe que trabalha em sua defesa, o piloto acionou a Polícia Civil, que instaurou um inquérito para apurar as responsabilidades no caso.

“O piloto vem colaborando incansavelmente com a Justiça Desportiva e com a Polícia para provar que foi apenas uma vítima neste caso. (...) Lucas já denunciou a situação para a Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem e apresentou ao STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) farta documentação que poderá comprovar sua lisura”, diz o comunicado.

A etapa final da Stock Car acontece neste domingo (13), com transmissão ao vivo da TV Globo.