Barrichello vence primeira corrida em Santa Cruz do Sul

Piloto da Full Time largou bem, segurou a pressão de Marcos Gomes para garanir a vitória

Assim como costuma comemorar suas vitórias, Rubens Barrichello, praticamente sambou em cima dos adversários. O piloto da Full Time largou bem, conseguiu segurar a pressão de Marcos Gomes após parada para reabastecimento e venceu de ponta a ponta a primeira corrida da rodada dupla da terceira temporada da Stock Car, realizada neste domingo no autódromo de Santa Cruz do Sul. Marcos Gomes e o líder do campeonato, Thiago Camilo, completaram o pódio da prova.

A primeira corrida teve muitas ultrapassagens nas posições intermediárias, como a disputa entre Felipe Fraga e Lucas Foresti pela 10ª posição e pelo 3º lugar entre o trio Thiago Camilo, Átila Abreu e Max Wilson. Na disputa pela liderança, Marcos Gomes conseguiu pressionar Barrichello logo após a parada para a reabastecimento, mas dificilmente poderia superar o carro do vencedor da prova.

“No final da corrida foi mais tranquilo, porque o Marcos Gomes tirou um pouco o pé, porque no começo era pé embaixo o tempo inteiro. O carro estava muito bom e graças a Deus deu tudo certo. Muito bom voltar a vencer”, destaca o campeão da categoria em 2014.

Marcos Gomes reconheceu a superioridade do adversário na pista, mas comemorou a conquista de pontos na primeira corrida. “O Rubinho foi superior na classificação e na corrida. Coloquei pouco combustível na parada, mas ele também fez a mesma estratégia e na pista ficou muito difícil de ultrapassar. Arriscamos bastante na parada, mas vamos tentar sair de Santa cruz do Sul com o maior número de pontos possível”,

Confira como ficou o resultado final da primeira corrida, em Santa Cruz do Sul:

1.) 111 Rubens Barrichello - 30 voltas em 41:54.036

2.) 80 Marcos Gomes - a 2.152

3.) 21 Thiago Camilo - a 9.721

4.) 51 Átila Abreu – a 10.096

5.) 65 Max Wilson - a 12.514

6.) 29 Daniel Serra – a 16.405

7.) 10 Ricardo Zonta - a 16.642

8.) 18 Allam Khodair – a 17.411

9.) 88 Felipe Fraga – a 17.957

10.) 0 Cacá Bueno – a 19.149

11.) 12 Lucas Foresti – a 19.811

12.) 70 Diego Nunes – a 20.224

13.) 4 Julio Campos – a 21.829

14.) 46 Vitor Genz – a 22.456

15.) 28 Galid Osman - a 33.747

16.) 77 Valdeno Brito - a 33.839

17.) 83 Gabriel Casagrande – a 34.688

18.) 9 Guga Lima – a 35.140

19.) 44 Betinho Valério – a 1 volta

20.) 90 Ricardo Mauricio – a 5 voltas

21.) 8 Rafael Suzuki – a 6 voltas

22.) 117 Guilherme Salas – a 7 voltas

23.) 30 Cesar Ramos – a 8 voltas

24.) 25 Tuka Rocha – a 8 voltas

25.) 5 Denis Navarro – a 9 voltas

Não completaram 75% da prova

26.) 110 Felipe Lapenna

27.) 3 Bia Figueiredo

28.) 1 Antonio Pizzonia

29.) 73 Sergio Jimenez

30.) 31 Marcio Campos