Bandeira vermelha atrapalha

Mas Lapenna e Matos estão otimistas

Com tempo nublado e temperatura na casa dos 20 graus, os pilotos da Stock Car disputaram hoje o treino que definiu o grid de largada da primeira prova da rodada dupla de Santa Cruz do Sul, no Rio Grande do Sul. O paulista Thiago Camilo ficou com a pole position (1min19s080) e vai dividir a primeira fila com Max Wilson.

Na equipe Hot Car Competições, Felipe Lapenna e Rafa Matos acabaram fora do Q2 e foram bastante atrapalhados pela interrupção do grupo 2 no Q1, que teve uma bandeira vermelha, após a saída da pista do piloto Fábio Fogaça. Mesmo assim, a dupla do time comandado por Amadeu Rodrigues está confiante. Lapenna vai largar em 14º e Matos em 20º.

A primeira corrida deste domingo tem seu início previsto para as 10h05 (ao vivo no SporTV). A segunda prova começará às 11h03 e o grid vai ser definido pela ordem de chegada na bateria inicial, com os dez primeiros invertidos.

"Faltou muito pouco para estar entre os dez primeiros no grid, mas foi bom e estou muito feliz, pois o carro está legal. Fizemos o máximo e sabemos que temos um ótimo carro durante as corridas, muito confiável e constante, então acredito que temos chances de chegar entre os primeiros na corrida 1 e tentar brigar pelo pódio na segunda prova", destacou Lapenna, que na segunda etapa do ano, justamente em Santa Cruz, conquistou o nono lugar na primeira prova.

No Stock #2, Matos foi ainda mais prejudicado com a paralisação do treino. O piloto - que perdeu três dos 10 minutos da sessão por ter passado acima da velocidade permitida nos boxes durante o treino livre - vinha numa volta rápida, quando a bandeira vermelha foi acionada.

"Estava na metade de uma volta muito boa e não pude fechar em virtude da bandeira. Quando voltamos pra pista, restavam apenas três minutos, mas eu já estava com os pneus gastos e havia muito tráfico, pois todo mundo saiu junto dos boxes, e não foi possível melhorar", lamentou o mineiro, que ficou em sétimo em Santa Cruz no início do ano e só não venceu a corrida 2 porque ficou sem combustível nas voltas finais.

"Poderia ter sido melhor, mas sabemos que temos dois carros muito bem acertados e com chances nas corridas deste domingo. Estou confiante e espero sair daqui com muitos pontos e quem sabe mais um pódio", completou o "comandante" Amadeu Rodrigues.