"Agora começa de verdade", dizem pilotos da Hot Car

Após a Corrida de Duplas, no mês passado, pilotos se preparam para a segunda etapa do ano na pista gaúcha. Felipe Lapenna e Raphael Abbate apostam no bom retrospecto no circuito para brigar por bons resultados

Depois da abertura da temporada, em março, em Curitiba (PR), com a Corrida de Duplas, pilotos e equipes da Stock Car voltam a acelerar neste final de semana (9 e 10) para a disputa da 2ª etapa, a primeira em rodada dupla, no autódromo do Velopark, em Nova Santa Rita (RS).

Na equipe Hot Car Competições (Bardahl), os paulistas Felipe Lapenna e Raphael Abbate estão animados e apostam no bom retrospecto na pista gaúcha para brigarem por bons resultados. Todos os treinos acontecerão no sábado, inclusive a definição do grid. No domingo, a primeira prova terá sua largada às 13 horas (45 minutos e mais uma volta) e a segunda às 14h10 (30 minutos e mais uma volta). O SporTV transmite ao vivo o treino classificatório e as corridas.

Diferentemente das demais etapas do ano, as duas corridas no Velopark não terão a necessidade de parada para reabastecimento. "Vamos ter duas corridas distintas, sem parada nos boxes. Somente nesta etapa isso acontecerá, em virtude da entrada do box deste circuito, que torna o procedimento uma verdadeira ‘volta ao mundo’. Então vai ser uma corrida sem estratégia. O importante é ter um carro com bom ritmo e tentar chegar entre os 10 primeiros para brigar pela vitória na corrida 2", explica o chefe de equipe, Amadeu Rodrigues.

Lapenna não se mostrou favorável à resolução. "Acho que perde a graça e impede um trabalho de estratégia, que torna a disputa mais emocionante. Mas vamos fazer de tudo para tentar largar o mais na frente possível na corrida 1 e brigar por bons resultados", comentou o piloto do Stock Chevrolet #110.

"Gosto da pista do Velopark. Em 2014, quando andei na Hot Car, ficamos em nono e 12º nas provas. A equipe também andou muito bem lá no ano passado, esteve bem rápida, então estou ansioso. Agora a temporada começa de verdade", completou Lapenna, de 30 anos, que voltou ao time nesta temporada e terminou a Corrida de Duplas na 13ª posição, dividindo o seu Stock com Marco Cozzi.

O companheiro Abbate, de 24 anos, também gosta do curto traçado do Velopark (2.278 metros). "Velopark é uma pista que traz lembranças muito boas. Quando eu corri pela Mini Challenge, cheguei em segundo. No Brasileiro de Turismo, eu ganhei prova, então é uma pista onde tenho ótimas recordações. No ano passado, já na Stock, infelizmente eu tive uma quebra na corrida, mas o carro era bastante competitivo e eu espero chegar entre os 10 primeiros já na primeira corrida, para quem sabe tentar a pole na prova 2", destacou o piloto do Stock #26.

"As expectativas são sempre as melhores. Vamos ter uma novidade, com a mudança das nossas bolhas. O carro está com um novo visual, muito bonito e acredito que ficará mais agressivo", lembrou o piloto que faz sua segunda temporada na categoria.

"Mas, como essa corrida não tem mais o pit stop obrigatório, o que vai prevalecer é um bom set up do carro, conservador, que não gaste muito os pneus e este vai ser o ponto chave para a corrida. Fazer uma boa largada, aproveitar bem os botões de ultrapassagem (push-to-pass) e ter um bom acerto para não gastar o carro. Somando tudo isso, temos grandes chances de fazer boas provas e somar pontos importantes", finalizou Abbate.