Abbate e Lapenna visam o pódio em Tarumã, depois de terem chegado tão perto em Santa Cruz

Pilotos da Hot Car Competições estão animados para a etapa deste final de semana. Abbate vem de um quarto lugar na prova passada e Lapenna só não foi ao pódio em virtude de um problema no carro, após ter levado batida

Depois de terem chegado tão perto do pódio, na etapa passada em Santa Cruz do Sul (RS), os pilotos da equipe Hot Car Competições (Bardahl), Raphael Abbate e Felipe Lapenna, esperam desta vez concretizar o sonhado resultado na quinta etapa da temporada da Stock Car, neste domingo (dia 26). A principal categoria do Brasil segue pelas pistas gaúchas e terá mais uma rodada dupla, desta vez em Tarumã (Viamão).

Abbate vem de seu melhor resultado na Stock Car, com o quarto lugar em Santa Cruz. Já o companheiro Lapenna tinha tudo para estar no pódio na segunda bateria, realizada no início do mês, mas teve seu sensor eletrônico danificado após uma batida e teve de abandonar com problemas no câmbio, quando já estava entre os ponteiros.

A expectativa na equipe comandada pelo experiente Amadeu Rodrigues é de que dê tudo certo agora em Tarumã, um dos circuitos mais desafiadores do Brasil, com 3.016 metros e nove curvas, e que recebeu a primeira corrida da Stock Car em 1979.

Os treinos serão realizados todos no sábado (25), com a tomada de tempos ao vivo no SporTV às 14 horas. No domingo, a corrida 1 terá sua largada às 14 horas, com a disputa de 45 minutos e mais uma volta. A bateria final será às 15h10 (30 minutos e mais uma volta).

"A expectativa é muito boa. Fizemos uma ótima estratégia em Santa Cruz, com um acerto mais conservador e o carro funcionou muito bem. Ficamos na pista o máximo de tempo possível, evitando a troca dos pneus e deu tudo certo", comentou Abbate.

"Temos feito um trabalho muito bom e estamos evoluindo. Espero brigar por um bom resultado em Tarumã e tentar estar no pódio", completou o piloto do Stock Car #26.

Lappena também destaca os desafios na pista gaúcha. "Tarumã é uma pista que eu gosto bastante, tem curvas de alta velocidade, que são muito prazerosas. É uma pista que desafia todos os pilotos. Tem de ter bastante coragem para fazer a Curva 1 e a Curva Zero bem rápido", relatou.

"Nosso carro está evoluindo bastante, mas ainda não conseguimos largar entre os dez primeiros, que é o nosso objetivo, e isso acabou gerando má sorte em algumas corridas, com quebras após batidas, entre outros problemas. Sem marcar muitos pontos, somos os primeiros a sair na classificação e a pista está pior neste momento, então isso dificulta largar na frente. Mas estamos evoluindo, o pódio passou por pouco em Santa Cruz e estou animado. Espero que em Tarumã a gente consiga esse pódio tão esperado", completou o paulista do Stock Car #110.