“A verdade vem no sábado”

Campos e Pizzonia têm início animador na penúltima etapa da temporada e esperam medir as forças quando todos usarem pneus novos

O paulista Thiago Camilo dominou os treinos livres que abriram nesta sexta-feira no circuito gaúcho de Tarumã a programação da 11ª e penúltima etapa da Stock Car. Terceiro colocado no campeonato, o piloto da equipe Ipiranga/RCM estabeleceu a volta mais rápida dos dois grupos de 17 carros ao percorrer os 3.067 metros do traçado em 1min09s060. Levou ampla vantagem sobre os maiores candidatos ao título, que pode ser decidido neste domingo em favor de Marcos Gomes (Voxx Racing). O líder rodou pouco e foi apenas o 22º, enquanto o vice Cacá Bueno (Red Bull) foi o 6º.

Como de hábito nos treinos iniciais, as diferentes condições de pneus dificultam uma avaliação precisa sobre o potencial de cada um. "Só vamos saber a verdade amanhã quando todos colocarem pneus novos na tomada classificatória", destacou o paranaense Júlio Campos, um dos pilotos da Prati-Donaduzzi e 8º do dia. O companheiro Antonio Pizzonia treinou com a primeira turma, com a pista ainda mais lenta, e fechou em 19º. O diretor-técnico Juan Carlos "Mico" Lopez ficou claramente satisfeito com os resultados. "Com os pneus que usamos, estamos bem", resumiu.

O autódromo de Tarumã é particularmente especial para a Prati-Donaduzzi. No ano passado, a equipe se tornou a primeira a ganhar as duas provas pelo sistema de rodada dupla implantado em 2014 - Campos venceu a primeira e Pizzonia conquistou a segunda. E o início dos testes da sexta-feira apresentou desfecho bastante similar ao de hoje no autódromo localizado em Viamão, região metropolitana de Porto Alegre.

A definição do grid acontecerá a partir das 11h30 e as posições de largada poderão ser determinantes para a definição do novo campeão. Dono de cinco poles na temporada, Gomes optou por limitar sua participação nos testes de hoje em função do elevado número de voltas de seus pneus. Ele poderá liquidar a fatura caso aumente dos atuais 34 para 48 pontos a diferença sobre Cacá. Embora leve grande favoritismo, Gomes deverá contar com a resistência feroz dos outros oito pilotos ainda com chances matemáticas, dispostos a prolongar o suspense até a última etapa dia 13 de dezembro em Interlagos.